Reportagem

Run The Jewels no NOS Primavera Sound: a revolução passou por aqui

Um set-bomba de rasgos psicadélicos foi largado em plena madrugada no Parque da Cidade do Porto.

Ler +

FKA Twigs: a alegoria física de Tahliah Debrett

A artista britânica concentrou atenções no primeiro dia do Primavera Sound com a sua electrónica imersiva e voz hipnotizante.

Ler +

O voodoo electrónico dos Príncipes

Para muitos foi uma noite de experimentação de novos balanços corporais. Para outros, os ritmos principescos já discorrem sem inibições. DJ Marfox, Nigga Fox, DJ Firmeza e C.D.M. (DJ Maboku x DJ Lilocox) levaram o house afro-português até ao Lux Frágil numa noite especial para os Príncipes.

Ler +

Hip Hop Sou Eu: reverberação cultural no Coliseu dos Recreios

A entrega do público e artistas engrandeceu a festa do hip hop português num evento que não esgotou o anfiteatro lisboeta. O Rimas e Batidas esteve no backstage e ainda trocou um par de impressões com os rappers e produtores sobre a importância destas iniciativas no panorama do movimento hip hop em Portugal.

Ler +

Astúrias, reino da electrónica

Em Gijón há um festival diferente que cruza as dimensões sonoras e visuais no palco da electrónica. O Rimas e Batidas esteve no L.E.V – Laboratorio de Electronica Visual – e traça o perfil da edição 2015 do mais atractivo dos eventos culturais da cidade espanhola.

Ler +

Os mundos heliocêntricos de Shabazz Palaces

A Zé dos Bois foi palco de uma jornada de duas horas e meia de visões futuristas entrelaçadas com linguagens além-fronteiras ocidentais a bordo da nave do colectivo de Seattle.

Ler +

Apache: o índio das batidas

André Pinheiro é o produtor e compositor de duas bandas de referências no hip hop nacional: MGDRV – que têm um novo álbum aí à espreita – e Macacos do Chinês. Bruno Martins foi descobrir o laboratório de produção de Apache e ficar a conhecer o “computador central” destes dois grupos.

Ler +