Entrevistas

Keso: “Este disco é assumir o meu ódio à humanidade”

Estivemos à conversa com o rapper do Porto sobre KSX2016

Ler +

Slug Beetle: “Experimentar sem limites. Há muita coisa para fazer!”

Entrevistámos o produtor português de música electrónica experimental que editou recentemente mais um EP.

Ler +

Animal Collective: “O nosso instinto, disco após disco, é fazer o oposto do anterior”

Os Animal Collective vão estar hoje na primeira noite do festival NOS Primavera Sound, no Porto. Vêm com o novo Painting With, um álbum que Panda Bear descreve, nesta entrevista ao Rimas e Batidas, como sendo – aparentemente – mais “despido e vocalizado”. O disco, a criação e a arte visual dos Animal Collective explicadas por um dos criadores.

Ler +

ProfJam: “Vai ser muito bonito apresentar Mixtakes na minha cidade-natal”

O rapper de Telheiras que tem vivido em Londres faz uma viagem especial a Lisboa para a apresentação da mixtape que editou no fim do mês de Março.

Ler +

DJ Marfox: “Esta é a música que as pessoas querem ouvir”

Em vésperas de apresentação no evento Les Plages Eletroniques, DJ Marfox descreve processos criativos, footwork, identidade e algo mais.

Ler +

Regula: “Eu tenho que sentir que os beats têm uma cena americanizada”

Regula é, actualmente, um dos maiores nomes do hip hop português e o concerto na Ericeira foi o pontapé de partida para uma entrevista. em que se fala de música mas também de cinema…

Ler +

Ghost Hunt: “as máquinas são o menos importante na nossa música”

Guitarras, sintetizadores, punk, kraut e techno em iguais medidas, vénias a Daniel Miller e relações descomplexadas com tecnologia: à descoberta dos Ghost Hunt.

Ler +

Maze lança de surpresa o primeiro álbum em nome próprio

O rapper dos Dealema acaba de editar um disco homónimo com 15 faixas que está, para já, disponível em streaming em várias plataformas.

Ler +

Carlão: “Andar de transportes de um lado para o outro permite-me ganhar pulso à cidade e às pessoas”

O Rimas e Batidas foi até Almada conhecer o novo “escritório” de Carlão. Depois de ter editado Na Batalha o rapper regressa a casa, à praceta onde cresceu, para encontrar o poiso para a sua criatividade. “Eu tinha a ideia muito romântica de que a música e a escrita são inspirações e feelings do momento. Isso existe e é tudo muito bonito, mas tem que se trabalhar!”

Ler +