Longas

Astúrias, reino da electrónica

Em Gijón há um festival diferente que cruza as dimensões sonoras e visuais no palco da electrónica. O Rimas e Batidas esteve no L.E.V – Laboratorio de Electronica Visual – e traça o perfil da edição 2015 do mais atractivo dos eventos culturais da cidade espanhola.

Ler +

Cabaret Voltaire: a electrónica como resistência

Mais do que afirmar uma posição, os Cabs apontaram para o quebrar de impossibilidades através de uma amálgama de sons e influências conjugadas em misturas electrónicas e improvisadas. Hoje aprontam demonstração em Gijón, Espanha.

Ler +

Música portuguesa de dança em 2015: 5 pedradas no charco

Todos os anos são poucos os lançamentos que, surgindo em contraciclo, se propõem a influenciar os caminhos da música de dança a nível global. Em 2015, até agora, já contamos pelo menos cinco, e acontece que são portugueses.

Ler +

6 tracks que escutámos na produção do ReB

Do house ao hip-hop, meia dúzia de sons que nos deram pica durante o processo de construção desta vossa casa.

Ler +

Rocky Marsiano: “A minha vontade é de retocar a música e partilhá-la”

Actualmente a viver em Amesterdão, o DJ luso-croata celebra em 2015 os 20 anos do lançamento de The Pyramid Sessions e promete uma reedição especial do álbum de instrumentais. Em entrevista a Bruno Martins, revive como tudo começou com os Zona Dread e aponta o compasso para as mais recentes aventuras – e planos futuros – por terrenos sonoros afro-portugueses.

Ler +

Os mundos heliocêntricos de Shabazz Palaces

A Zé dos Bois foi palco de uma jornada de duas horas e meia de visões futuristas entrelaçadas com linguagens além-fronteiras ocidentais a bordo da nave do colectivo de Seattle.

Ler +

Bem-vindos ao Rimas e Batidas

Palavras, sons, imagens. A cultura hip hop e os sons emergentes. É o espólio que vos trazemos nesta (vossa) publicação.

Ler +

Olha os robots!

Kraftwerk ao vivo em Portugal. Ontem em Lisboa, hoje no Porto, na Casa da Música. Imperdível, pois claro.

Ler +

O Record Store Day

O mítico dia dos discos tornou-se num exercício de especulação no mercado da venda física de música.

Ler +

Monster Jinx: pensar fora da caixa, fazer fresco e apontar para o planeta internet

Fomos ao norte conhecer os mais recentes trabalhos do colectivo e descobrimos que 2015 vai ser um ano em cheio na incubadora sonora nortenha.

Ler +