Posts by Rui Miguel Abreu

Niagara // Ímpar

House, experimentação, groove, silêncio, entre Nova Iorque e Chicago e Detroit e Arruda.

Ler +

Public Enemy // It Takes a Nation of Millions to Hold Us Back // Fear of a Black Planet

No momento em que a América negra se volta a agitar, o mundo reencontra as duas obras primas do arranque de carreira dos Public Enemy. E o tempo só as valorizou.

Ler +

Hora da televenda: Mike El Nite estreia EP Vaporetto Titano

O novo trabalho do MC e produtor lisboeta é uma sátira social que dispara em diversas frentes. Numa entrevista em modo televendas ao Rimas e Batidas, Mike El Nite revê a produção de Vaporetto Titano e promove o EP recém-lançado para a web.

Ler +

Antwon: do underground 2.0 para palcos mundiais

O rapper californiano passou por Lisboa e Porto e reviu influências e planos futuros numa curta entrevista a Rui Miguel Abreu.

Ler +

Endgame // Endgame EP

Produtor londrino sintoniza com o som futurista de Lisboa e tem estreia vistosa na portuguesa Golden Mist.

Ler +

Nandele: um beatmaker cósmico em Moçambique

Inspirado pelas marcantes produções do “mestre” J Dilla, o beatmaker moçambicano Nandele está a desafiar o império da música popular moçambicana e reclama a atenção do povo para as mentes criativas e fora da norma que estão a despontar na penumbra do underground do país. Argolas Deliciosas é uma primeira amostra de peso para o álbum que está para breve. Trocámos umas palavras com o produtor de Maputo para melhor o conhecer e ainda apresentamos em exclusivo um live set de Argolas Deliciosas.

Ler +

Nosaj Thing // Fated

Fazer música digital na era das opções ilimitadas.

Ler +

Gazelle Twin: por detrás da máscara

Poucos dias depois da dupla passagem por Portugal, Gazelle Twin apresentou-se no L.E.V. de Gijón, Espanha. O ReB encontrou-a nos bastidores do Teatro de La Laboral algumas horas antes de mais uma sessão pública de terapia e assombração.

Ler +

Astúrias, reino da electrónica

Em Gijón há um festival diferente que cruza as dimensões sonoras e visuais no palco da electrónica. O Rimas e Batidas esteve no L.E.V – Laboratorio de Electronica Visual – e traça o perfil da edição 2015 do mais atractivo dos eventos culturais da cidade espanhola.

Ler +

Cabaret Voltaire: a electrónica como resistência

Mais do que afirmar uma posição, os Cabs apontaram para o quebrar de impossibilidades através de uma amálgama de sons e influências conjugadas em misturas electrónicas e improvisadas. Hoje aprontam demonstração em Gijón, Espanha.

Ler +