Posts by Rui Miguel Abreu

Eazy-E: O dealer das rimas

Com um aguçado sentido de negócio e uma tremenda vontade de saltar as fronteiras de Compton, Eazy-E foi um dos pilares de N.W.A.. A sua história está em Straight Outta Compton e este é um perfil sobre o malogrado MC.

Ler +

Ice Cube: O gangster do hip hop

É o rapper de sobrolho franzido a fazer música para os homies nos discos e actor de comédias desbragadas a fazer rir as famílias no grande ecrã. Um perfil de Ice Cube, personagem-chave em Straight Outta Compton.

Ler +

Dr. Dre: O doutor dos beats

Dos N.W.A. à Aftermath, de Eminem a 2001, dos planos para Detox a Kendrick Lamar, sem esquecer Compton: A Soundtrack. Um perfil daquele que é um dos mais bem sucedidos entrepreneurs do mundo do hip hop.

Ler +

Stereossauro: “Tenho várias ideias absurdas, o que se calhar me falta é mais bom senso”

A meio do ano estreámos por aqui a mixtape Get Buck de Stereossauro, uma homenagem ao universo do skate. No final do ano, a edição física dessa mixtape, que temos para oferta aos nossos leitores, é pretexto para um balanço.

Ler +

N.W.A.: o grupo mais perigoso do mundo

Entre finais dos anos 80 e inícios dos anos 90 do século passado, um grupo colocou em marcha uma série de acontecimentos que mudariam a face da música, da indústria e da própria América, enfurecendo a polícia e os guardiões da moral. Chamavam-se N.W.A.. A sua história chegou agora ao grande ecrã. Rui Miguel Abreu já viu o filme todo. E agora recupera a história.

Ler +

Rocky Marsiano: “Precisei de ganhar coragem para editar um disco instrumental”

Dez anos depois, The Pyramid Sessions, o primeiro álbum de Rocky Marsiano, volta a estar disponível numa nova edição em que o artwork original merece um upgrade feito com tinta sobre tela e assinado por Filipe Cravo. É uma década que alimenta uma conversa entre amigos.

Ler +

House: A História X

Décimo capítulo d’A História do house assinada por Rui Miguel Abreu e editada em livro em 2006.

Ler +

Delia Derbyshire: o som e a matemática

A pioneira britânica da electrónica Delia Derbyshire continua a ser celebrada: um novo livro – “An Electric Storm: Daphne, Delia and the Radiophonic Workshop” e uma exposição inaugurada há dias no Coventry Music Museum, em Londres, mantêm vivo um legado que continua mais influente do que nunca, com uma nova geração de produtores a reclamar a sua influência. Entretanto, um documentário da autoria de Kara Blake, “The Delian Mode”, foi disponibilizado há alguns meses no YouTube. Tudo boas razões para se evocar a sua vida e obra.

Ler +

The Weeknd: Ainda é só o começo

The Weeknd também não está mal lançado na corrida aos Grammys. Apesar do justo domínio de Kendrick Lamar, Abel Tesfaye arrisca-se a levar alguns galardões para casa, incluindo os que distinguem Melhor Álbum, Gravação do Ano ou Melhor Performance Vocal Pop. E no dia em que o uso indevido de um sample em “The Hills” levanta poeira na internet, recuperamos aqui o perfil daquela que é outra das figuras a marcar 2015.

Ler +

5K7s #7

Esta nova série de cassetes arranca com uma incrível produção nacional e segue estrada fora pelas fitas que resguardam batidas electrónicas e pulsações vibrantes.

Ler +