Longas

Os sons que mais rodei em 2015 por Gonçalo Oliveira

Num ano em que é inevitável falar de Kendrick Lamar ou Drake, Gonçalo Oliveira vai às profundezas do hip hop feito em Portugal para encontrar razões suficientes que mostrem que também em território nacional existe talento suficiente para elaborar uma lista sem nomes internacionais.

Ler +

House: A História – Conclusão

O capítulo final d’”A História” do house assinada por Rui Miguel Abreu vem acompanhado do download gratuito do livro em formato PDF.

Ler +

Os sons que mais rodei em 2015 por Bruno Martins

Bruno Martins a evocar memórias de um ano em que o hip hop português progrediu em oferta e em que um par de malhas lá fora provocaram ondas concêntricas de magnitudes semelhantes e propósitos opostos.

Ler +

Os sons que mais rodei em 2015 por Miguel Arsénio

Há música que também que nos desperta na mente enquanto lemos um livro. Aconteceu com Miguel Arsénio, colaborador do Rimas e Batidas que em 2015 se dedicou a vasculhar os escaparates de algumas editoras e que agora perfazem a maioria entre as preferências no ano que hoje se esfuma do calendário.

Ler +

A Tribe Called Quest: Yes, they can!

25 anos depois, a estreia dos A Tribe Called Quest continua a ressoar no imaginário de uma geração e merece agora uma nova versão expandida que poderá muito bem ser a inspiração para um novo arranque na carreira deste mítico colectivo hip hop. Podem eles ainda chutar a bola para a frente? Rui Miguel Abreu garante que sim.

Ler +

Os sons que mais rodei em 2015 por Alexandre Ribeiro

As produções de hip hop nacional giraram incansavelmente nos speakers deste colaborador do Rimas e Batidas. Há também uma ronda entre passado e presente do género nos EUA e ainda uma MC a juntar-se à vaga grime que já ressoa no outro extremo do Atlântico.

Ler +

House: A História XII

Chegámos ao penúltimo capítulo d’”A História” do house assinada por Rui Miguel Abreu e editada em livro em 2006.

Ler +

Os sons que mais rodei em 2015 por Nuno Afonso

Os beats irresistíveis, as rimas certeiras e os sons espectrais que adornaram 2015.

Ler +

Os sons que mais rodei em 2015 por Sidónio Teixeira

Kamasi Washington, L’Orange ou Slow J estão entre os artistas que o colaborador do Rimas e Batidas mais escutou este ano. Este é um retrato da playlist que mais escutou este ano.

Ler +

11 vídeos que marcam a diferença da Força Suprema

Revirámos os canais de YouTube de NGA, Prodígio e dos restantes membros do colectivo da Linha de Sintra e escolhemos 11 trabalhos que mostram a busca por uma riqueza estética do grupo.

Ler +