Kanye West está a produzir o novo álbum de NAS: O que podemos esperar?

[TEXTO] Alexandre Ribeiro [FOTO] Direitos Reservados

Pusha T, 25 de Maio, Kanye West, 1 de Junho, Kanye West & Kid Cudi (Kids See Ghosts), dia 8 de Junho e Teyana Taylor, dia 22 de Junho. Tudo isto são datas de lançamento de novos projectos de músicos da GOOD Music. Ontem, Yeezy colocou mais um artista na lista: NAS. O novo álbum do autor de Illmatic chega no dia 15 de Junho e, tal como os outros nomes que foram anteriormente mencionados, é totalmente produzido pelo rapper e produtor de Chicago.

“Been chopping samples from the sunken place”, lê-se num dos tweets mais recentes de Mr. West. No início da carreira, o beatmaking era a sua principal actividade e foi através desse dom que começou a ganhar crédito no universo hip hop — o seu primeiro grande momento aconteceu com The Blueprint, álbum intemporal de Jay-Z.

Voltando a Esco: não é a primeira vez que o lendário MC rima em produções de Kanye. Em 1998, “Turn It Out“, faixa de Jermaine Dupri com NAS, tinha um instrumental de West; no ano seguinte, os Harlem World também contaram com um verso de Nasty Nas e um beat de Ye. “Poppa Was a Playa“, de The Lost Tapes, “We Major”, de Late Registration, “Still Dreaming” e “Let There Be Light“, de Hip Hop is Dead, são mais alguns exemplos desses encontros pontuais entre dois artistas que, ao seu estilo, puxaram pelo melhor da escrita e produção hip hop.

Em termos de arquitectura sónica, não temos pistas sobre o próximo disco de NAS, mas podemos imaginar um híbrido de referências boom bap mais clássicas – afinal Ye menciona que tem andado a cortar samples… – com os condimentos mais modernos da produção actual, algo semelhante ao que No I.D. fez com Jigga em 4:44, por exemplo. Contudo, é impossível afastar o elemento “imprevisibilidade” da matemática musical de Kanye West.

Com a fama de não saber escolher instrumentais — aliás, é por isso que muitos acham que nunca conseguiu superar o seu álbum de estreia (redimiu-se em Life Is Good, o seu mais recente álbum, com uma produção maioritariamente assinada por No I.D. e Salaam Remi) –, NAS esteve em estúdio com um dos melhores produtores de sempre e o resultado estará cá fora daqui a dois meses. A fasquia não poderia estar mais alta…

 


Alexandre Ribeiro

Alexandre Ribeiro

"I just looked at the pictures"
Alexandre Ribeiro