Moor Mother apresenta Analog Fluids Of Sonic Black Holes na ZDB

[TEXTO] Francisco Couto [FOTO] Bob Sweeney

“Lisbonnnnnnnn 2 days before my birthday so this shall be my birthday show”. Foram estas as palavras escolhidas por Camae Ayewa, mais conhecida por Moor Mother, para divulgar o concerto que vai decorrer no próximo domingo, dia 17 de Novembro, na Galeria Zé dos Bois, em Lisboa.

A artista de Filadélfia vem à capital portuguesa para apresentar o seu mais recente álbum, Analog Fluids Of Black Holes, em que viaja no tempo através das suas palavras e dos sons que incorpora nas músicas, entrando numa experiência de memória sónica. Os sintetizadores futuristas servem de base para Camae explorar a sua escrita com cariz revolucionário, focando-se principalmente em discriminação racial e na sua identidade enquanto mulher negra. Da soma destes elementos surge uma aura punk que se mistura na electrónica desconstruída e que bebe do hip hop, noise, industrial e free jazz.

Para acompanhá-la no cartaz, o artista escolhido foi Menino da Mãe (vimo-lo na edição deste ano do ZigurFest). Tal como Camae, o lisboeta recorre ao noise e industrial electrónico nos seus beats para criar um ambiente onde expulsa os seus demónios com “estórias, tripanços e revelações que afinal pertencem um pouco a todos nós”. Preparem-se para os dois embates.

Em Fevereiro, Moor Mother fez parte da comitiva da banda Irreversible Entanglements que passou pela ZDB. Recordem a actuação aqui.


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team