pub

Texto: ReB Team
Fotografia: Direitos Reservados

O prémio será entregue no dia 19 de Setembro.

Mercury Prize 2019: slowthai, Little Simz, Dave e NAO entre os nomeados

Texto: ReB Team
Fotografia: Direitos Reservados

Foram hoje revelados os 12 finalistas que vão disputar o Mercury Prize 2019. A cerimónia de entrega do galardão acontece no dia 19 de Setembro.

slowthai, Little Simz, Dave e NAO, artistas que o Rimas e Batidas tem acompanhado de perto, surgem no lote final de candidatos, que conta também com as presenças de Anna Calvi, Black Midi, Cate Le Bon, Foals, Fontaines DC, Idles, SEED Ensemble e The 1975. No painel de júris, Stormzy e Jorja Smith, nomeados para as edições de 2017 e 2018, respectivamente, são algumas das novas caras.

O trajecto de slowthai mantém-se no sentido ascendente e a bom ritmo. O rapper de Northampton continua a acumular seguidores desde que, em 2016, se estreou com “Jiggle” — a popularidade subiu exponencialmente com o lançamento do videoclipe para “T N Biscuits”. Após ter editado dois EPs, entregou-nos este ano o álbum de estreia Nothing Great About Britain, que lhe valeu inúmeros elogios espalhados pela imprensa internacional especializada.



Foi à terceira que Little Simz conseguiu integrar a lista final para um dos prémios mais desejados por parte dos artistas britânicos. Grey Area, criado a meias com o produtor Influ e sucessor de A Curious Tale of Trials + Persons (2015) e Stillness in Wonderland (2016), valeu-lhe a chamada para a fase final da edição deste ano do Mercury Prize.

A fórmula de Dave é infalível. O MC do sul de Londres inaugurou o seu canal no YouTube em 2015 e desde então soma já 18 videoclipes, nenhum deles abaixo da marca do milhão de visualizações. “Funky Friday” (em colaboração com Fredo), “No Words” (na companhia de MoStack), “Samantha” (ao lado de J Hus), “Thiago Silva” (em parceria com AJ Tracey) e “Wanna Know” foram alguns dos temas mais virais a sair com o seu cunho, notando-se uma forte aptidão no que toca à escolha de aliados para dividir o microfone. Psychodrama foi o disco de estreia com o qual nos brindou este ano.

Neo Jessica Joshua tem o dom de aplicar com destreza o toque moderno em temas que agarram na soul e o r&b como ponto de partida. Em 2016 apresentou-se ao mundo com For All We Know, que logo colocou o nome de NAO em algumas das listas de melhores projectos desse ano. O sucessor chegou às lojas no ano passado: Saturn foi criado em conjunto com o produtor Grades e teve Mura Masa, Stint, SiR ou Kwabs enquanto convidados.


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos