Yuri NR5 sobre o remix de “Eu Tou Fixe”: “Nem queria acreditar no que estava a acontecer”

[TEXTO] Alexandre Ribeiro [FOTO] Direitos Reservados

O remix oficial de “Eu Tou Fixe” saiu na passada sexta-feira através do canal de YouTube da Bridgetown. A versão original é da autoria de Yuri NR5, novato de 19 anos que lançou apenas quatro músicas na sua ainda curta carreira.

Quando publicou a canção no seu SoundCloud no final de Outubro, Yuri estava longe de imaginar que Mishlawi entraria numa remistura. “O Mish falou comigo no Instagram e demo-nos logo bem. Ele é uma pessoa bastante simpática e foi tudo muito rápido, na verdade. Nem queria acreditar no que estava a acontecer. Aliás, foi tão rápido que só acreditei mesmo depois da música sair. Estava tudo a parecer surreal”, revelou o newcomer da Margem Sul em declarações ao Rimas e Batidas.

Segundo o artista da Bridgetown, a colaboração foi honesta e orgânica: “Foi o Prodlem que me mostrou a música e achámos imediatamente que tinha qualquer coisa. Quis fazer um remix porque curti tanto da cena e não achei que estava longe da minha sonoridade”. E acrescentou: “Acho que a cultura de remixes é uma cena que podíamos ver mais em Portugal.”

 



ProfJam, Slow J, Lon3r Johny, Sippinpurpp, Allen Halloween, Chief Keef, Valee, Young Thug, J. Cole e Tyler, The Creator são os nomes que Yuri assume como referências. Um conjunto de artistas que apontam para as mais variadas direcções estéticas, mesmo que o ponto central seja o hip hop.

O seu interesse pela música surgiu há um ano e meio aquando da sua primeira ida a uma festa de trap. Conheceu o seu produtor, Ghost Wvyne, começou a gravar e a experimentar coisas e os resultados estão aí: “Speed RACER”, “Maddie” e “compal de pe(d)ra” são testes trap com a ingenuidade de quem está a criar sem receios.

À quarta tentativa, o rapper da Ghost Label Records acertou em cheio e, à procura de algo que não se fazia muito por cá, acabou por chegar a uma fórmula “diferente”, tal como escreveu no tweet que apontava para a faixa. “Não é um tipo de música muito comum em Portugal. Agora já está a ser cada vez mais. Também é uma coisa diferente de tudo o que já tinha feito. Esta música foi um desafio para mim próprio porque tive que abordar de uma forma diferente.”

Com o buzz da remistura a proporcionar-lhe uma nova montra, Yuri NR5 vai aproveitar a oportunidade para mostrar o seu primeiro projecto: “Neste momento estou a tratar de tentar lançar o meu EP o mais rápido possível. Já está quase concluído. Estamos só a tratar dos últimos retoques para que fique tudo pronto.”