pub

Texto: ReB Team
Fotografia: Direitos Reservados

Mark Ronson, Gucci Mane, The Underachievers, Lil Nas X ou ILOVEMAKONNEN também participam no “festival” de edições.

Sexta-feira farta: novos trabalhos de Georgia Anne Muldrow, Benny The Butcher, Mach-Hommy, Tássia Reis e Akira Presidente

Texto: ReB Team
Fotografia: Direitos Reservados

A indústria musical confirma o bom momento de forma com um verdadeiro “festival” de lançamentos registado no dia de hoje. O Rimas e Batidas destaca aqui cinco discos que merecem uma atenção especial, mas são ao todo 12 (!) as obras que devem manter por perto dos vossos auscultadores/colunas durante os dias que se seguem.

O funk corre nas veias de Georgia Anne Muldrow, veterana que se desdobra musicalmente por um leque de registos que vão do jazz avant garde à electrónica de dança. Hoje editou VWETO II, a continuação para um projecto iniciado em 2011, que nos mostra que a artista de Los Angeles continua a ter muito para dar à beat scene da Costa Oeste norte-americana. Benny The Butcher é um dos artistas da Griselda Records a merecer atenções redobradas na imprensa e juntou um invejável conjunto de contribuidores para o ajudar a cimentar The Plugs I Met, o primeiro projecto que assina em 2019. O misterioso Mach-Hommy foi convidado pelo lendário DJ Muggs, em Março, para dar voz a Tuez-Les Tous, e regressa hoje aos discos em nome próprio com Wap Konn Jòj!, que tem convidados como Earl Sweatshirt ou Quelle Chris. Em bom português, mas vindos do outro lado do Atlântico, também temos os trabalhos editados por Tássia Reis e Akira Presidente.

Mark Ronson (Late Night Feelings), Gucci Mane (Delusions of Grandeur), The Underachievers(Lords of Flatbush 3), Lil Nas X (7 EP), ILOVEMAKONNEN (M3), XV (The Dude With The Strap Back Dad Hat) e Pi’erre Bourne (The Life Of Pi’erre 4) também escolheram o dia de hoje para lançar novos projectos.


[Georgia Anne Muldrow] VWETO II

Foi há oito anos que Georgia Anne Muldrow assinalou a sua estreia a solo na Mello Music Group com VWETO, disco que agora vê nascer um sucessor directo através da mesma editora. A cantora, compositora e produtora de Los Angeles tem editado a maior parte do seu material na SomeOthaShip Connect — criada por si e pelo seu marido, Dudley Perkins —, contando com obras cravadas em catálogos de selos prestigiados como são os casos da Stones Throw ou da Brainfeeder. Foi até através da editora de Flying Lotus que recebemos Overload, o seu último longa-duração.


[Benny The Butcher] The Plugs I Met

A estreia de Benny The Butcher, juntamente com Westside Gunn e Conway, pela Shady Records poderá não demorar muito mais, mas o rapper de Buffalo mantém-se no seu habitual ritmo de edições, com este The Plugs I Met a aterrar nas plataformas de streaming apenas meio ano após o aclamado Tana Talk 3. The Alchemist, Daringer, DJ Shay e Beat Butcha são os produtores que auxiliam o MC nesta nova jornada, feita na companhia de alguns dos pesos-pesados dos microfones: Pusha T, Black Thought ou Jadakiss juntam-se aos habituais colaboradores Conway e 38 Spesh.


[Mach-Hommy] Wap Konn Jòj!

Traçar o historial e a verdadeira identidade de Mach-Hommy não tem sido tarefa fácil mas o rapper continua a levantar ondas na Internet e a esgotar produtos no seu website por valores exorbitantes. No passado mês de Março, Mach esteve em destaque ao lado do lendário DJ Muggs, que viu nele um MC capaz de abordar a estética sombria que tem feito parte da história da sua Soul Assassins Records. Ainda antes de fechar o primeiro semestre de 2019, há agora um novo projecto do misterioso rapper para ter em atenção: Wap Konn Jòj! conta com sete temas e uma rara colaboração de Earl Sweatshirt, que se junta a uma lista de créditos em que constam também Quelle Chris, Your Old Droog e o recorrente parceiro Tha God Fahim.


[Tássia Reis] Próspera

Três anos depois do último trabalho, Tássia Reis chega com Próspera, o muito aguardado álbum de uma das artistas mais versáteis da cena rap brasileira. A faixa de 2013, “Meu Rapjazz”, lançou a cantora do Vale da Paraíba e ajudou a defini-la como o polvo musical que é, passeando-se facilmente pelo jazz, pelo rap — seja qual for a sua base — pelo r&b e pela soul. Próspera traz 16 faixas e conta com cinco participações. Destaque para “Pode Me Perdoar”, uma amostra finíssima da neo soul a surgir do lado de lá, e “Shonda – Remix”, a remistura da faixa trap para a qual chamou Froid e Preta Ary.


[Akira Presidente] Nandi

Nandi é o mais recente trabalho de Akira Presidente e o terceiro álbum lançado pelo selo Pirâmide Perdida que o carioca ajudou a fundar. Depois do sucesso de FA7HER, o primeiro trabalho pelo selo de BK e Sain, o rapper entrega agora 10 faixas com produção a cargo de El Lif Beatz e participações de Baco Exu do Blues, BK e Ainá.

pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos