pub

Texto: ReB Team
Fotografia: Direitos Reservados

O poder da música.

Megan Thee Stallion, The Weeknd e J Balvin entre as 100 personalidades mais influentes em 2020 para a TIME

Texto: ReB Team
Fotografia: Direitos Reservados

Foram anteontem, dia 22 de Setembro, reveladas as 100 personalidades mais influentes do mundo em 2020 para a TIME, uma lista desenhada num ano insólito que obrigou a um olhar diferente da revista.

Neste grupo de ilustres encontramos os nomes de Megan Thee Stallion, The Weeknd e J Balvin. A rapper estabeleceu uma parceria com a 300 Entertainment, editou a sua mixtape de estreia Fever, assinou o êxito viral “Hot Girl Summer” e fez parte da turma de caloiros da XXL, tudo no decorrer de 2019. O percurso de Megan Jovon Ruth Pete, de apenas 25 anos, não deixou ninguém indiferente; e a MC de Houston, Texas, continua a dar sinais de que não vai parar por aqui: este ano teve Beyoncé e Major Lazer a remisturar o seu “Savage” e colaborou com Cardi B no poderoso “WAP“, que lidera a Billboard Hot 100 há quatro semanas.



Megan Thee Stallion está em destaque dentro do segmento que a TIME dedica aos “pioneiros” e foi alvo de um breve perfil por parte da actriz Taraji P. Henson, que descreve a jovem como alguém “que conduz o beat como há muito não se ouvia” e a quem não falta conteúdo enquanto ser humano: “Ela é profunda. Ela esteve na faculdade. Ela é uma entertainer. É um espírito livre. É isso o que eu vejo nela. A indústria pode tentar confiná-la ao rap game, mas ela tem um plano que é bem maior do que isso.”

No capítulo dos “artistas”, o incontornável The Weeknd é quem surge no topo da lista, ele que editou este ano o seu quarto álbum After Hours, num óbvio regresso às posições cimeiras das principais tabelas de vendas de discos dos vários países espalhados pelo globo. Nas palavras do mestre Elton John, Abel Tesfaye “é uma figura misteriosa numa era em que o mistério é raro de se encontrar na pop (…) Tu nunca sabes se ele está a cantar sobre ele próprio ou se está dentro da personagem. Ele tem uma imaginação incrível.”

J Balvin é o outro nome que salta à vista nesta lista dentro do universo musical abrangido pelo Rimas e Batidas. O artista colombiano tem estado no activo desde o início do milénio e o seu actual sucesso planetário é produto da insistência em elevar o reggaeton uma vez mais a fenómeno mundial. Este ano apresentou-nos Colores, tripla platina nos EUA, depois de ter contracenado com Bad Bunny em OASIS, de 2019. Para a cantora Camila Cabello, o “príncipe do reggaeton” é “humilde, trabalhador, gracioso e constantemente grato e simpático (…) Ele abriu as portas para os artistas latinos em todo o lado ao fazer o mundo ouvir e apaixonar-se pela nossa cultura, o nosso som e o nosso espírito.”

Podem encontrar a selecção completa aqui.


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos