pub

Fotografia: Direitos Reservados

Uma semana de novidades audiovisuais nos terrenos do hip hop e electrónica pela mão de Gonçalo Oliveira.

7 Dias, 7 Vídeos

Fotografia: Direitos Reservados

Era digital, informação à velocidade da luz. Vídeos e músicas a soçobrar pelas plataformas virtuais. Novidades emaranhadas entre si, confusão sónica, sentidos desorientados. Quem nos guia? Por onde vamos? Para onde vamos?

7 Dias, 7 Vídeos é o resgate audiovisual semanal nos terrenos do hip hop e electrónica. Filtragem de qualidade, barreira contra a poeira que nos cega com tanto de novo, com tanto para espreitar e escutar.


[Tóy Tóy T-Rex] “Duvidava”

Era um dos nomes mais underrated da cena trap nacional e voltou a descolar da pista na semana passada. Gota D’Espaço recuperou vários dos temas que foram sendo cozinhados por Tóy Tóy T-Rex no período pós-Chá de Camomila e antecipa o álbum de estreia do artista da Mafia73, que agora trabalha em colaboração com a Atlas Agency e a Universal Music Portugal. A acompanhar a edição do EP, “Mau Tempo” e este “Duvidava” motivaram uma dose dupla de videoclipes para o enérgico jovem da Linha de Sintra.


[MC Eiht] “Honcho” feat. Conway The Machine & DJ Premier (prod. Ferhan C)

Na lista de MCs mais emblemáticos da cidade de Compton há um nome que nem sempre nos salta imediatamente à memória mas que já tem o seu lugar garantido na história. Com mais de 30 anos de carreira, MC Eiht deixou a sua marca no bestseller Grand Theft Auto: San Andreas ao dar a voz a Ryder, apadrinhou Kendrick Lamar nas suas deambulações pela “m.A.A.d city” e continua a editar novos trabalhos em nome próprio através da Blue Stamp Music — Lessons irá suceder a Official, do ano passado, e já viu nascer o primeiro single, “Honcho”, que conta com a participação dos incontornáveis Conway The Machine e DJ Premier, num delicioso cruzamento de gerações que faz a ponte entre a West Coast e East Coast.


[Lee Scott & Morriarchi] “Cool Track, Man”

Lee Scott e Morriarchi não têm tido mãos a medir no que toca à dinamização da cultura hip hop underground britânica, tanto no volume de trabalhos editados em nome próprio como nos empurrões que vão dando às novas vozes do movimento através das suas editoras, Blah Records e Group BraCil, respectivamente. Casas estes dois nomes num disco é por isso algo que vai acontecendo com alguma frequência e foi até em Agosto último que voltámos a colher um novo fruto da dupla — Friend, Come to Me and be saved combinou um total de 11 faixas e zero convidados. “Cool Track, Man” sucede a “Ten x Twelve” na lista de videoclipes.


[St. Panther] “B.O.M.B.”

Nunca é tarde para um novo romance de Verão. St. Panther tem estado particularmente activa nestes últimos meses e os esforços culminaram no curta-duração These Days, que saiu na sexta-feira passada e oferece abrigo aos seus mais recentes singlesThese Days” e “Highway“, este último detentor de um dos videoclipes a ter em conta para o balanço de 2020 mas que já chegou tarde ao radar desta rubrica. Em rotação agora está este “B.O.M.B.”, um namoro antigo entre o electro, a disco e o g funk, tonificados pelas baixas rotações do metrónomo.


[teisun & 86LOVE] “XXX666”

A pegada digital de teisun e 86LOVE é quase inexistente e foi por mero acaso que viemos dar a este “XXX666”. A amostra é curta mas o casamento entre MC e produtor mostra ter argumentos para seguir em frente no que toca à estética escolhida. Selo Valley Girl Records para ir mantendo debaixo de olho.


[Disclosure] “Who Knew?” feat. Mick Jenkins

Os Disclosure não conseguiram impressionar o seu mais recente ENERGY, tanto pela falta de frescura em algumas das faixas como pelas colaborações solicitadas para o disco, muitas delas a sair vários furos abaixo do expectável. Neste último capítulo ficaram a salvo a parcerias estabelecidas com Common (“Reverie“), Syd & Kehlani (“Birthday“) e Mick Jenkins (“Who Knew?”), as últimas três músicas a merecer um tratamento visual para o YouTube da dupla britânica.


[RMR] “Welfare” feat. Westside Gunn

Resumindo o parágrafo anterior: as parcerias só importam quando fazem sentido, de alguma forma. Ao nível musical, a contribuição de Westside Gunn para este “Welfare” está próxima de nula mas o universo Griselda Records e o de RMR parecem, no capítulo da estética, ter sido feitos para se cruzarem. O homem da balaclava que surpreendeu o mundo com “Rascal” lançou o álbum de estreia Drug Dealing Is A Lost Art no passado dia 16 de Junho e “Welfare” é o tema que inaugura o seu alinhamento.

pub

Últimos da categoria: 7 Dias, 7 Vídeos

RBTV

Últimos artigos