Estreia: O state of mind da Margem Sul em novo single de TNT com Blasph

[FOTO] Direitos Reservados

 

“MS lifestyle, está tudo dito / Chega Agosto, ninguém bule / está tudo rico.” Retrato em formato de rimas do presente e perpétuo estado de alma da Margem Sul no single “MS Pride”, em estreia via Rimas e Batidas, que une os MCs locais TNT e Blasph em de uma batida desenhada por DJ Player.

A faixa é uma antecipação do próximo trabalho a solo de TNT, embora ainda não se vislumbre uma data sobre a sua edição previsivelmente na etiqueta independente Mano-A-Mano.

O vídeo, produzido por Chikolaev, reúne imagens de algumas das mais emblemáticas zonas da Margem Sul, especialmente para os residentes locais, entre a Fonte da Telha e a Cova do Vapor. Representação das singularidades do “outro lado da ponte”, região ímpar no hip hop nacional, berço de pioneiros e de uma nova geração que se mostra incansável no seu contributo à cultura.

O Rimas e Batidas trocou umas palavras com TNT sobre este novo single e a Margem Sul que informa o seu rap.

 

Que orgulho é este exposto em “MS Pride”?

“MS Pride” foi uma expressão que surgiu numa conversa com o Blasph e representa aquele orgulho que o people da MS [Margem Sul] tem em ser daqui. Acontece um pouco em cada zona, faz parte da mentalidade do rap, e nós arranjámos essa dica para transmitir o “MS State of Mind“.

O que é que a Margem Sul tem de diferente que informa as vossas rimas?

Ao contrário do que às vezes passa para fora, viver na Margem Sul é estar perto de tudo sem ter que levar com os filmes da capital. É estar mais perto das praias, do mar e do rio. É saber que aqui nasceu o hip hop e que alguns dos maiores nomes deste movimento, tais como Da Weasel, Black Company, General D, Chullage, são originários dos vários bairros da MS. É ter uma tradição de rap com slangs e sonoridades próprias e ter aquele orgulho fodido que nos diz que na Margem Sul é que é.

Quem produziu o beat deste single?

O beat foi produzido por DJ Player, com quem tenho trabalhado bastante. Produziu a maior parte das faixas do meu novo disco e foi aquela parceria que me incentivou a fazer mais e melhor, que não se ficou só por fazer um beat. Envolveu-se no processo de criação desta música, deste vídeo e do álbum. É uma mais-valia tê-lo por perto.

Já trabalhas de perto com o Blasph há alguns anos. Como foi a vosso colaboração neste novo tema?

Trabalhar com o Blasph é bulir com um dos melhores. Trabalho com ele há algum tempo em várias áreas – desde a música (“Fod** o Rap” foi um tiro certeiro), aos vídeos e à edição de discos (como o FDV1 e OPROCESSO). É capaz de ser o rapper mais original que existe na tuga, em termos de flows e temas. Tem me ensinado bastante e admiro a postura dele. E tenho a certeza que vai rebentar com o próximo volume do Dilúvio.

O Turismo de Almada rendeu-vos quantos milhões para fazerem o vídeo?

Zero, mas quando se faz por amor à camisola, um gajo corre atrás. Mas posso desde já dizer que o vídeo envolveu malta da Cova do Vapor até à Fonte da Telha. Andei a filmar ao largo de Oeiras dentro de um barco de pesca, andámos a curtir no campo de golfe dos Capuchos, no Transpraia (o comboio que faz as praias da Costa), no Parque de Campismo da SFUAP, isto tudo para mostrar que Summertime é na Costa.

 


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team