Sexta-feira farta: novos trabalhos de Mick Jenkins, Hit-Boy, Oma Nata e Big Ghost Ltd

[FOTO] Bryan Allen Lamb

Após a ressaca da entrada no ano novo, a segunda sexta-feira de 2020 veio munida de quatro edições que mereceram uma escuta atenta por parte da equipa do Rimas e Batidas.

Pieces of a Man teve uma recepção agridoce mas isso não impediu Mick Jenkins de continuar a trilhar o seu próprio caminho — The Circus é o novo EP do rapper de Chicago e tem a participação dos EarthGang. Hit-Boy assinou vários êxitos para outros artistas durante a década transacta e concluiu hoje a edição de um novo trabalho em nome próprio, que começou a ser revelado na recta final de 2019. Oma Nata subiu um degrau na hierarquia da Discotexas e é agora uma das fortes apostas da editora portuguesa, que voltou a receber um novo EP do produtor. Ninguém sabe ao certo quem é Big Ghost Ltd mas é justo apontá-lo como um dos maiores impulsionadores do rap underground dos últimos 10 anos. Em Carpe Noctem, o beatmaker reuniu nove dos mais talentosos MC da nova escola da Costa Este norte-americana.


[Mick Jenkins] The Circus

Promessa cumprida. Mick Jenkins arrancou o ano com “Carefree” e avisou desde logo que a faixa iria integrar um novo curta-duração. The Circus sucede a Pieces of a Man e foi escrito em cima de produções de Hit-Boy, IAMNOBODI, DJ FU e Beat Butcha. Os EarthGang são os únicos convidados do EP, servindo “The Light” para apimentar as horas de palco que ambos os artistas vão partilhar durante a Welcome To Mirrorland Tour — Mick Jenkins vai assegurar as primeiras partes da dupla da Dreamville em grande parte dos concertos nos EUA, que arrancam no próximo dia 16.


[Hit-Boy] The Chauncey Hollis Project

O homem que produziu “Clique”, “Backseat Freestyle” e fez parte da equipa de criativos que construíram a batida para “Niggas in Paris” ganhou um novo fôlego em 2019, quando viu o seu nome a constar nos créditos de “SICKO MODE”, um dos maiores êxitos desse ano, que juntou Travis Scott a Drake. Em Novembro passado, Hit-Boy começou a desvendar um novo projecto em nome próprio. The Chauncey Hollis Project foi sendo revelado por fases e a última peça do puzzle aterrou hoje nas plataformas digitais, e lá podem encontrar beats e rimas de Hit-Boy num registo boom bap, com Benny The Butcher, Thurz e Kent M$ney enquanto convidados.


[Oma Nata] Everything

Entre Hamburgo, Berlim e Londres, Mário da Mota Veiga uniu as suas influências do dub, jazz e house em várias edições pela Forbidden Cuts, uma subsidiária da Discotexas. Em 2018, o português deu o salto para a “editora-mãe” quando começou a revelar os primeiros detalhes do seu álbum de estreia — The Discovery saiu no ano seguinte.

2020 começa da melhor forma para Oma Nata, que regressa à Discotexas para editar este novo curta-duração intitulado Everything, em vésperas de acompanhar Moullinex e Xinobi ao Pérola Negra (17 de Janeiro) e Bang Venue (15 de Fevereiro).


[Big Ghost Ltd] Carpe Noctem

Big Ghost Ltd foi de blogger misterioso e confesso adepto do rap underground a beatmaker e agitador das águas do boom bap de guerrilha em menos de 10 anos. Começou por produzir temas para Ghostface Killah, Conway, Westside Gunn ou Vic Spencer e é agora um dos maiores caça-talentos do Bandcamp, editando com regularidade trabalhos que já nos deram a conhecer MCs como ANKHLEJOHN, Crimeapple, Rigz ou Mooch. Estes três últimos integram o esquadrão The Big East, criado por Big Ghost Ltd para dar voz às suas produções neste Carpe Noctem, mantra que se traduz em “vive esta noite como se não houvesse amanhã”. Rome Streetz, Estee Nack, Rahiem Supreme, Recognize Ali, Asun Eastwood e Lukey Cage são os outros rappers envolvidos na iniciativa.

ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team