Riça: “Na procura pela minha identidade artística acabei por me virar para as minhas memórias de infância em Gandra”

[TEXTO] Pedro João Santos [FOTO] Mestria

“Não vim roubar os ovos d’ouro da vossa galinha/ Só vim pôr novos ovos na vossa garganta” — Riça está de volta. O rapper e produtor lançou “Dragão (IV)”, o seu primeiro single desde “Frio em Agosto”; trata-se do primeiro avanço de um novo projecto inspirado pela sua infância e lançado pela Paga-lhe o Quarto Records de Keso.

A combativa faixa de regresso faz-se acompanhar de um teledisco. Realizado pelo duo Mestria, o vídeo cruza cenários rústicos e campestres com o olhar esfíngico de Catarina Maçã, entre névoas e sombras, e uma pintura assinada por Bruno Lisboa.

Em declarações ao Rimas e Batidas, o artista de Gandra declara “Dragão (IV)” como o primeiro avanço de um registo vindouro, que o levou às raízes. “Na procura pela minha identidade artística”, prossegue, “acabei por me virar para as minhas memórias de infância em Gandra, nas quais a banda sonora é feita de sons das romarias, dos tascos, do rancho folclórico, das desgarradas.” 

O single é a primeira concretização da parceria de Riça com a Paga-lhe o Quarto Records — editora do autor de Ksx2016, que o convidou a juntar-se à equipa depois de passar temas seus (“Às Voltas”, “É Lá na Bouça”) do EP Bicho com Mau Gosto, no Ciência Rítmica Avançada, programa emitido na rádio SBSR.FM. “Há uns tempos abordou-me, procurando saber se eu tinha material novo e se estava interessado em lançar pela PoQ. (…) Não podia recusar”, diz de um vínculo que o obriga “a ter mais responsabilidade e brio”.

Data de Novembro de 2016 a estreia discográfica de Riça: o EP Bicho com Mau Gosto, que apresentou no bar portuense Plano B.


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team