pub

Mac Miller morre aos 26 anos

[FOTO] G L Askew II

Mac Miller, rapper americano que há apenas um mês editou Swimming, o seu quinto álbum, foi ontem encontrado morto em casa, vítima de uma aparente overdose, de acordo com várias referências na imprensa internacional.

O artista natural de Pittsburgh, na Pensilvânia, contava apenas 26 anos, mas os seus problemas com abuso de substâncias há muito que eram públicos e notórios tendo conduzido aliás ao final da sua relação com a estrela pop Ariana Grande.

Miller iniciou a sua carreira ainda na adolescência e depois de se notabilizar com a mixtape de 2010 K.I.D.S. estreou-se formalmente no ano seguinte com o lançamento de Blue Side Park. Entre vários outros projectos de cariz menos oficial, haveriam de seguir-se os álbuns Watching Movies With The Sound Off (2013), GO:OD AM (2015) e os mais recentes The Divine Feminine (2016) e finalmente Swimming, lançado em 3 de Agosto último. Todos os seus álbuns alcançaram o Top 5 da tabela de vendas de referência nos Estados Unidos, facto que atesta o seu estatuto de estrela pop de primeira grandeza.

O rapper esteve duas vezes em Portugal, a última das quais o ano passado, no MEO Sudoeste, ocasião que Alexandre Ribeiro aproveitou para lhe tecer rasgados elogios: “miúdo-prodígio transformado em músico maduro que pegou o MEO Sudoeste pelas orelhas e apresentou um espectáculo intenso e sem falhas.”

 


Mac Miller no MEO Sudoeste: Alguém precisa de um livro intitulado Tudo o que deve fazer para ser um cabeça de cartaz competente?


Miller foi encontrado em casa, em Studio City, na Califórnia, por um amigo que chamou as autoridades. A imprensa avança como causa provável da morte uma overdose.

A comunidade hip hop global tem vindo a reagir nas redes sociais ao desaparecimento precoce do rapper com manifestações de pesar.

 


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos