Guia ReB para o NEOPOP’18

[FOTO] Direitos Reservados

Já imaginaram um club ao ar livre com mais de 12 horas de festa? É nestes moldes que decorre o NEOPOP, em Viana do Castelo, um festival que ambiciona impor a cidade minhota como a “Capital do Techno” e que reserva aos seus visitantes um cartaz digno de um evento all-stars, com alguns dos mais sonantes agitadores de pistas de dança à escala planetária. Como nestas alturas o mais difícil é escolher, o Rimas e Batidas traça um roteiro para os mais resistentes que não querem perder uma pitada de acção sonora entre os dias 8 e 11 de Agosto.

 

Na edição de 2018 do NEOPOP, podem contar novamente com as curadorias da Red Bull Music e da Alínea A. O Teatro Sá de Miranda recebe Clark, com o seu projecto Death Peak, e GPU Panic no dia 10 de Agosto, num evento fora do recinto do festival e com o patrocínio da famosa marca de bebidas energéticas. No dia seguinte, é James Holden e os seus The Animal Spirits que dividem o palco com Surma no mesmo local — a entrada diária para cada um dos eventos custa 20 euros.

Se preferem estar mais perto do mar e poupar algum dinheiro, o NEOCAMPING é o sítio ideal para estarem — na Praia do Barracão dos Touros, junto ao parque de campismo do certame, há electrónica, dub, funk ou disco sem qualquer custo associado, tanto para os festivaleiros como para os outsiders. Nas tarde de 8 e 12 de Agosto, entre as 14h30 e as 19h, há actuações de Alfredo (dos Sensible Soccers), Emma, Mojo Hannah, Alexandre Souto ou Bruno Melhôr para assistir.

 



As atracções principais do NEOPOP ficam reservadas para o NEO Stage e o Anti Stage, os dois palcos pertencentes ao recinto oficial do festival. Hoje mesmo, 8 de Agosto, Mr. Herbert Quain fica encarregue da abertura do NEO Stage, às 18h. O veterano Rui Vargas sobe ao mesmo palco entre as 20h e as 22h30 com os melhores argumentos para puxar os presentes a darem um pezinho de dança. Freshkitos e Magazino vão passar pelo Anti Stage às 20h e 21h30, respectivamente. St Germain preparou um live act para mais logo, pelas 22h30, e ocupa o NEO Stage até por volta da meia-noite. A festa continua com Tiago Fragateiro, Ivan Smagghe e Frank Maurel — a música estende-se até às 3h da manhã.

Terzi arranca com a farra ainda em hora de calor no segundo dia do festival, dia 9, e tem presença marcada no Anti Stage às 16h. Switchdance começa pouco depois, às 16h30, no palco oposto, seguido de Trikk — o português que tem corrido o mundo arranjou um espaço na agenda para se apresentar em Viana do Castelo às 18h30. O bósnio Solomun é presença habitual em Ibiza e sucede a Trikk no palco quando forem 20h. Dexter estará no Anti Stage entre as 21h e as 23h, seguido de Dopplereffekt, que tem um live act estudado para durar uma hora. Apollonia sobe ao NEO Stage às 22h e permanece por três horas, antes do espectáculo ao vivo de Recondite, uma das grandes atracções da noite. Até às 7h da madrugada há Tijana T, Adriatique, Aleksi Perälä, Solar & Intergalatic Gary, Agents of Time, Nastia e Mozhgan divididos entre os dois palcos do certame. A maior tareia sónica estende-se até à manhã seguinte: Ben Klock é dono e senhor do NEO Stage entre as 7h e as 10h, com japonês DJ Nobu, no Anti Stage, a ter de rivalizar com o alemão.

 



Cardia e Gusta-vo têm as atenções só para si no dia 10 de Agosto e apresentam-se no NEO Stage às 18h e 21h, respectivamente. O Anti Stage apenas abre às 22h para receber Sepypes. Paula Temple estará back to back com Rebekah no palco principal a partir das 23h e Ruuar entra às 23h30 no Anti Stage. Joseph Capriati e Anna Haleta actuam ambos entre as 1h e as 3h em palcos distintos e têm a responsabilidade de nos aquecer para evitar cãibras quando chegar a hora de Jeff Mills no NEO Stage — a lenda de Detroit tem sido uma presença cada vez mais habitual no nosso país e esta será a sua segunda visita a Viana do Castelo. Conforce apresenta-se no formato live às 3h no Anti Stage, seguido de Carlos Souffront. A música só acaba às 9h da manhã: Len Faki, Vrilski (Voiski & Vril), Zadig & Marcelus e Ricardo Villalobos asseguram a diversão pela manhã adentro — o DJ e produtor chileno tem uma discografia com mais de quatro dezenas de títulos, entre álbuns, EPs e singles.

É normal a saudade já apertar no último dia do NEOPOP e será necessário recorrer ao NEOCAMPING ou ao Teatro Sá de Miranda se quiserem uma despedida em grande. A programação do NEO Stage só arranca às 22h, com Nuno Di Rosso, e o Anti Stage tem João Carvalho, às 23h, como primeira actuação da noite. Serginho e Zé Salvador dividem os decks no palco principal entre das 23h30 e as 1h30. Dorisburg traz um live act até Viana do Castelo para a sua passagem pelo Anti Stage, das 1h às 2h. Voiski protagoniza uma segunda actuação na edição deste ano do NEOPOP e, desta vez, sobe sozinho ao NEO Stage quando for 1h30. DJ Lynce e Solution tocam back to back no Anti Stage às 2h, seguidos de 400PPM (live) e Lewis Fautzi. A princesa do techno Nina Kraviz assinala nova passagem por Portugal para pisar o NEO Stage às 2h30. Paul Ritch actua ao vivo no mesmo palco quando forem 4h30, seguido do norte-americano Josh Wink, às 5h30. O live act de KiNK acontece no NEO Stage entre as 7h30 e as 9h e Marco Carola é o último nome a passar pelo palco principal do NEOPOP, cujo som termina quando forem 12h do dia 12 de Agosto. Em simultâneo com o DJ italiano, Dax J traz as sonoridades do techno underground para fechar o Anti Stage.

 


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team