Gheez e o trap made in Linha de Sintra

Em Abril último escrevemos no Rimas e Batidas que a pesada faixa “Normal” de NGA necessitava de “apenas sete minutos para transformar a Linha de Sintra – zona de proveniência do MC – num verdadeiro cenário de ruas obscuras à semelhança de Chicago”. A constatação equilibrava-se na força das pesarosas e dramáticas rimas do rapper proveniente de Queluz e na carga do beat de referencial drill, estilo sub-atómico do trap que se emancipou no seio das ruas e dos gangues daquela que é a cidade com a mais elevada taxa de homicídios dos EUA. Foi uma bomba sonora que rebentou aos pés do hip hop tuga.

Menos de três meses depois do estoirar dessa bolha, o seu efeito-cogumelo dá sinais de contínua propagação para os lados da Linha de Sintra. Esta semana, Gheez, MC da zona, lançou para o YouTube um par de faixas hard-trap vigorosamente influenciadas nos compassos sonoros que se escutam nas ruas norte-americanas: “Make It Happen”, com migree01; e “Dope Lyrics”.


 


Gheez, à semelhança de NGA, é membro de um colectivo, o MakeHappenMOB, e tem na manga para breve o lançamento da mixtape 10GHEEZUSPIECES, certamente polvilhada de trap e anglicismos entre rimas da street, espelho da vida na LS.

“Normal”, “Dope Lyrics”, “Make It Happen”, drill rap, trap, Linha de Sintra. Há aqui uma familiaridade que nos indicia uma leitura mais ou menos clarividente sobre as produções que estão a brotar nesta zona periférica lisboeta, caldeirão de culturas e influências e becos mais ou menos obscuros. Do mesmo modo que Chief Keef abriu as portas a um estilo de rap que hoje identifica a cidade dos Bulls, a LS começa a apresentar sinais de uma identidade estilística local.

 

ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team