[Estreia] DJ ADAMM antecipa Sinistro com “Full Tummy”

[TEXTO] Alexandre Ribeiro [FOTO] Francisco Gomes

“Para quem cresce em certas zonas de Lisboa — e isto é tão verdade hoje como era há 15 anos quando eu tinha a idade dele — é tão comum ouvir batidas de kuduro a soar na aparelhagem do vizinho como passar um carro a tocar um set do Jeff Mills dos anos 2000. Ao crescer com estes dois universos sonoros lado a lado, é possível ver que não são assim tão diferentes e que até se podem complementar. A música do DJ ADAMM faz isso mesmo: junta estes dois mundos sem esforço nenhum para se tornar na banda sonora da vida de milhares de putos dos subúrbios, tal como eu”. A declaração pertence a Rastronaut, um dos nomes fortes da Enchufada, referindo-se a DJ ADAMM, a nova coqueluche da editora lisboeta.

Sinistro, o EP de estreia do produtor de 19 anos , sai esta sexta-feira, dia 5 de Julho, e o Rimas e Batidas abre caminho com a estreia de “Full Tummy”, faixa-bónus que, segundo João Pedro Silva, “é um exemplo claro desta identidade musical que o DJ ADAMM está a criar. É o equilíbrio entre a batida regular do techno e os elementos de percussão sincopados da cena afro, minimalista mas com corpo, feito para a pista de dança mas ao mesmo tempo leve e hipnotizante, com melodias e samples de voz em loop.”



Depois de Dotorado Pro passar de “prodígio” a “bruxo melódico” em quatro anos, Bruno Francisco irá assumir a batuta de talento precoce, mais um que foi descoberto no meio de tantos outros na plataforma SoundCloud. “Ao sermos uma editora que tem como uma das suas principais missões levantar a cena electrónica global de Lisboa, uma parte muito importante disso é estar sempre atento aos novos produtores que estão a surgir. Para além disso, todos nós somos geeks de SoundCloud e estamos constantemente a enviar música que descobrimos uns aos outros. O DJ ADAMM surgiu numa dessas sessões de pesquisa e foi logo óbvio para todos que havia ali algo especial a acontecer”, explicou o autor de temas como “Azinhaga” ou “Furnas”.

“Full Tummy” junta-se a “Entre Paredes” e “Bósnia”, os outros dois temas que compõem o alinhamento do projecto que inaugura a discografia do jovem artista.