pub

Fotografia: Direitos Reservados

Uma semana de novidades audiovisuais nos terrenos do hip hop e electrónica pela mão de Gonçalo Oliveira.

7 Dias, 7 Vídeos

Fotografia: Direitos Reservados

Era digital, informação à velocidade da luz. Vídeos e músicas a soçobrar pelas plataformas virtuais. Novidades emaranhadas entre si, confusão sónica, sentidos desorientados. Quem nos guia? Por onde vamos? Para onde vamos?

7 Dias, 7 Vídeos é o resgate audiovisual semanal nos terrenos do hip hop e electrónica. Filtragem de qualidade, barreira contra a poeira que nos cega com tanto de novo, com tanto para espreitar e escutar.


[ZillaKami] “ACAB” feat. Nascar Aloe

Embora consiga perceber o porquê do uso termo, é sempre injusto — e igualmente perigoso — generalizar no que quer que seja. Talvez SCAB — Some Cops Are Bastards — fosse a denominação mais correcta. Mas vamos à música.

ZillaKami não perdeu tempo e lançou o videoclipe para “ACAB” logo no dia a seguir da trágica morte de George Floyd. A letra do tema, criada a meias com Nascar Aloe e produzida por Yung Germ, soa quase profética, tendo em conta que já fazia parte do alinhamento da versão de luxo de CITY MORGUE VOL 2: AS GOOD AS DEAD, o segundo LP do grupo que divide com SosMula (que também se apresentou a solo na semana passada em “V12”), editado a 15 de Maio. Provavelmente uma das faixas que melhor funcionam como pano de fundo para as imagens que nos chegam das várias manifestações que decorrem neste momento nos EUA, uma frustração transformada em ódio face ao racismo que tão enraizado — e constantemente disfarçado — está na população que elegeu Donald Trump para seu presidente. É urgente perceber que chegou a hora de mudar.


[Noisey] “Mike Skinner Presents: The First Streets Mixtape”

É um facto: Mike Skinner está à procura de criar a mixtape perfeita, a primeira do seu catálogo enquanto The Streets. Com quase 20 minutos de duração, a Noisey executou o formidável trabalho de documentar boa parte desse processo, que no dia 10 de Julho irá culminar na edição de None Of Us Are Getting Out Of This Life Alive, que sucederá ao já distante Computers and Blues, de 2011. Neste novo e ambicioso projecto, o veterano de Birmingham vai dividir o protagonismo com alguns dos nomes mais entusiasmantes — entre newcomers e artistas já consagrados — da cena hip hop e electrónica. Tame Impala, slowthai, Ms Banks, Greentea Peng, IDLES ou Jimothy Lacoste serão alguns dos colaboradores presentes em None Of Us Are Getting Out Of This Life Alive.


[Lil Darkie] “WHOOP”

A fluxo de criatividade não abrandou dentro do colectivo Spider Gang e há vários temas novos, de Christ Dillinger, BLCKK ou BRUHMANEGOD, que podem encontrar no seu canal no YouTube. Lil Darkie, o fundador do grupo, voltou à carga na última semana com mais uma animação para ilustrar “WHOOP”, uma das faixas que integraram YIN, o disco que lançou no passado dia 19 e também uma prova de como o flow não precisa de ser copiado de outro artista para surtir efeito.


[Freddie Gibbs & The Alchemist] “1985”

Inegavelmente uma das melhores prendas desta época de recomendado isolamento social: Alfredo é o álbum de estreia da parelha Freddie Gibbs & The Alchemist, que em 2018 já nos tinha feito crescer água na boca graças ao projecto Fetti. Agora com Curren$y fora da equação, rapper e produtor mostram um equilíbrio perfeito num alinhamento repleto de referências à cultura de gangues e máfia dos EUA. “1985” foi o primeiro videoclipe a surgir do LP, produto da direcção de Nick Walker, o homem responsável pelos visuais de Piñata e Bandana.


[Lord Jah-Monte Ogbon] “My Bitch With Bread Half British”

A manter o seu ritmo habitual, Lord Jah-Monte Ogbon abençoou-nos com um novo vídeo durante a semana passada. Desta vez, o auto-proclamado “melhor rapper de Charlotte”, Carolina do Norte, fez-se acompanhar de DøøF e WEIRDDOUGH para a produção deste “My Bitch With Bread Half British”, composto por algumas tiradas engraçadas como “we fuck until we’re windless, we met through business” ou “they be trying to send me beats but I don’t hear it” e lançado um par de semanas após “She Got Her Second Baby Daddy Name Tattooed On Her Neck”, tema teatral no qual Jah-Monte se imaginou a dar um freestyle para Funk Flex no seu programa na Hot 97.


[Aitch] “30”

A qualidade do produto musical apresentado por Aitch tem melhorado desde AitcH2O. Na passada sexta-feira, o rapper de Manchester disparou sem aviso prévio o EP Polaris, que contém alguns dos seus mais recentes êxitos — “Raw”, “Rain” (com AJ Tracey e Tay Keith) e este “30”, dado a conhecer um dia antes do lançamento do novo trabalho. KC Locke, realizador que já assinou peças para Ed Sheeran, Mahalia, Stormzy, Headie One ou IAMDDB, volta a alinhar ao lado de Aitch uma semana após “Raw”.


[Da$h] “Hard to Count”

Brindou-nos em Maio com Walk The Plank, o tão esperado longa-duração criado a meias com Budd Dwyer (mais conhecido por $crim, da dupla $UICIDEBOY$) enquanto produtor, e dois meses depois compilou alguns “restos” no EP The Leftovers. No início da última semana regressou a Walk The Plank para recuperar este “Hard to Count”, cujo videoclipe resulta da sua recente parceria com Bobby Banks, fotógrafo que já trabalhou com A$AP Ferg, City Morgue, Joji ou a marca de roupa Under Armour.

pub

Últimos da categoria: 7 Dias, 7 Vídeos

RBTV

Últimos artigos