7 Dias, 7 Vídeos

[TEXTO] Gonçalo Oliveira [FOTO] Direitos Reservados

Era digital, informação à velocidade da luz. Vídeos e músicas a soçobrar pelas plataformas virtuais. Novidades emaranhadas entre si, confusão sónica, sentidos desorientados. Quem nos guia? Por onde vamos? Para onde vamos?

7 Dias, 7 Vídeos é o resgate audiovisual semanal nos terrenos do hip hop e electrónica. Filtragem de qualidade, barreira contra a poeira que nos cega com tanto de novo, com tanto para espreitar e escutar.


[clipping.] “All In Your Head” feat. Robyn Hood & Counterfeit Madison

There Existed an Addiction to Blood é o título do novo álbum dos clipping. que aterrou nas plataformas digitais há um par de semanas. “All in Your Head” é o mais recente single do quarto LP de originais do trio formado pelo rapper Daveed Diggs e os produtores Jonathan Snipes e William Hutson e aborda a forma como a imagem da mulher tem sido negativamente explorada ao logo da história do hip hop. Apesar de convidadas, Robyn Hood e Counterfeit Madison são as protagonistas principais a dar voz à contestação, num tema que mereceu o tratamento visual pela mão de C Prinz, realizadora e coreógrafa que tem trabalhado com Tinashe e Miya Folick.


[Dreamville] “Down Bad” feat. J.I.D., Bas, J. Cole, EarthGang & Young Nudy

J. Cole reuniu as tropas da sua Dreamville para dar vida ao projecto mais ambicioso que a sua editora viu nascer. Revenge Of The Dreamers III saiu em Julho e, apesar de uma denotada falta de consistência entre as 18 faixas que compõem o disco, ficam-nos na memória alguns momentos musicais que se destacam dos demais, como é o caso deste “Down Bad”, o mais recente single da compilação, que coloca J.I.D., Bas, J. Cole, Johnny Venus dos EarthGang e o convidado Young Nudy a relembrar os tempos difíceis que passaram antes de se tornarem estrelas mundiais do hip hop.


[Each] “Mal-me-quer” (prod. Reis)

Colegas de “casa” de Virtus na 6º Sentido, o regresso à actividade dos Enigmacru foi um dos momentos altos de 2017, quando a dupla editou o álbum Emperfeito Equilibrio, um manual de sobrevivência dos tempos modernos. Each, um dos MCs do grupo, tem estado particularmente activo durante os últimos meses, lançando para a rua os temas “O Rui e o Monstro”, “Gira d’amar” e agora este “Mal-me-quer”, que conta com um beat produzido por Reis e um videoclipe assinado por Dekor.


[Weis] “Mais Que Qualquer 1freestyle”

Preso a Ideias Soltas, Palavras Atropeladas e Agora ou Nunca (com Virus) são os projectos que Weis, rapper da nova escola do hip hop portuense, tem vindo a acumular no seu catálogo desde 2014. Durante o último par de anos, Gustavo Sousa tem optado por trabalhar single a single, ensaiando novos conceitos para videoclipes no seu canal no YouTube ao mesmo tempo que nos oferece provas do seu skill, como acontece neste “Mais Que Qualquer 1freestyle”, minado de trocadilhos e multies.


[Shoreline Mafia] “Wings”

Fenix Flexin e OHGEESY são os dois MCs que fundaram os Shoreline Mafia — que agora contam também com Rob Vicious e Master Kato nos seus quadros — e figuras centrais deste “Wings”. O tema é extraído de Party Pack, Vol.2, o disco que o colectivo de Los Angeles editou este ano pela Atlantic Records.


[Quelle Chris] “Mind Ya Bidness”

“Produzido por Quelle Chris. Cantado por Quelle Chris. Realizado por Quelle Chris. Animado por Quelle Chris”. Que mais podemos exigir ao ponta-de-lança lírico da Mello Music Group? “Mind Ya Bidness” é o mais recente single a ser extraído do seu último Guns, o álbum que trouxe o MC e produtor de volta à sua carreira a solo, depois de dividir Everything’s Fine com a sua colega e cara-metade Jean Grae.


[Open Mike Eagle] “Single Ghosts”

Ao contrário de Quelle Chris, Open Mike Eagle afastou-se da Mello Music Group para formar a Auto Reverse Records, editora pela qual lançou o curta-duração What Happens When I Try to Relax no final do ano passado. Em 2019, o rapper juntou-se a Baron Vaughn para a série The New Negroes, que alia a comédia ao hip hop, servindo de palco para colaborações de peso com MF DOOM, Dann Brown, Method Man ou Phonte. Para celebrar o primeiro aniversário do seu último EP, OME apresenta-nos o complemento visual para “Single Ghosts”, realizado e produzido por si, que é inspirado no cinema dos anos 80.

Gonçalo Oliveira

Gonçalo Oliveira

Filho bastardo do jazz e da soul que encontrou no hip hop uma nova forma de abordar linguagens musicais perdidas no tempo. Não tem uma música favorita porque Jimi Hendrix e J Dilla nunca trabalharam juntos.
Gonçalo Oliveira