O Sol da Caparica: cinco nomes já dão cor ao cartaz

[FOTO] Pedro Rangel

Ainda não houve navio carregado de talento ao largo do Bugio, mas o Festival O Sol da Caparica começa a desenhar-se com Virgul, GNR, Sara Tavares, Carminho e Jimmy P já confirmados. A festa é de 16 a 19 de Agosto e o pack FNAC está à venda. Até ao dia 16 de Fevereiro, o passe para os 4 dias de festival custa 33 euros.

O fundo do mar, predominantemente azul e vermelho, carregado de caravelas portuguesas, búzios e algas, foi uma vez mais ilustrado por Pedro Lourenço. Ilustrador e músico, foi Pedro quem nos últimos anos deu ainda mais cor ao festival na margem sul do Tejo. A arte urbana é aliás um aspecto que a organização do festival não tem deixado de parte nas várias edições.

 


cartaz-caparica

caparica-cartaz


Quanto ao recheio do cartaz, ainda só são conhecidos cinco nomes “da soul ao Fado, do rock ao pop e ao hip hop”, como escreve a organização. Jimmy P vai, muito provavelmente, mostrar músicas novas em Agosto — o último álbum do rapper é Essência, lançado em 2016. Este ano já lançou “Sempre Que Acordares”, uma música que já tem mais de meio milhão de plays. Sara Tavares esteve oito anos longe do estúdio, mas 2017 foi um ano preenchido para a artista. Com um álbum novo, Fitxadu, e na lista de muitos melhores do ano de várias publicações e artistas — “acho que foi o único disco nacional que achei que fosse mesmo incrível”, escreveu Oseias na sua lista de melhores de 2017. De Virgul podemos esperar certamente música para dançar, Carminho abre as portas do cartaz para o fado e os míticos GNR levam à Caparica já 35 anos de pop rock.

Em 2017, não faltaram nomes de hip hop no cartaz. Criolo, Bispo, Holly Hood, Dealema, Regula, Mishlawi e muitos outros levaram o rap ao sol da Caparica. A mesma dose para 2018?

 


Alexandra Oliveira Matos

Alexandra Oliveira Matos

Questionar é o verbo pelo qual orienta o olhar. Licenciada em jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, mestre em continuar a aprender.
Alexandra Oliveira Matos