pub

Sexta-feira farta: Novos trabalhos de Eminem, N.E.R.D., BROCKHAMPTON, G-Eazy, Jeezy e Da$h

[FOTO] Direitos Reservados

Chuva de médios e agudos e fortes rajadas de linhas de baixo. Chegou a tempestade de hip hop que já se previa para esta sexta-feira. Agarrem-se a um poste eléctrico ou a um sinal de trânsito, pois a ventania que se vai fazer sentir nos vossos ouvidos este fim-de-semana poderá trazer consequências físicas.

Está de volta o lendário de Detroit. O eterno “Rap God” Eminem lançou hoje a sua nova pílula auditiva e pretende voltar a ganhar vida no intenso mercado do rap norte-americano – contamos tudo aqui. Pharrell Williams, Chad Hugo e Sheldon Haley tornaram a reencontrar-se em N.E.R.D. e hoje editaram o quinto álbum da carreira. Os BROCKHAMPTON continuam a quebrar barreiras e dão hoje a conhecer o terceiro episódio de SATURATION, coleccionando assim três álbuns no currículo, todos eles no decorrer de 2017. A promessa de G-Eazy para o seu mais recente disco passa por malhas fortes com muitos convidados à mistura, tal como o veterano Jeezy, a mostrar as suas credenciais no fresco Pressure. Da$h é a cara menos conhecida desta lista, que decidiu juntar-se à mesa dos grandes neste dia repleto de edições.

 


[Eminem] Revival

O senhor Marshall Mathers colocou em marcha a sua maior campanha para um álbum até à data. Tudo começou com o freestyle para os prémios da BET, onde apontou a sua precisa mira à testa de Donald Trump. Eminem saiu da sombra onde se tinha refugiado desde a edição do seu disco anterior, em 2013, e através das redes sociais foi-nos dando sinais de um suposto produto farmacêutico chamado Revival. A pílula parece ter funcionado na perfeição para o histórico rapper de Detroit, que renasceu das cinzas e, embora sem a pujante controvérsia de outros tempos, demonstrou-nos que o seu grau de maturidade já lhe permite compor canções dignas de ombrear com os melhores cantautores da história da música.

Para “caminhar sobre a água” neste seu Revival há também muitas estrelas da pop a auxiliar Eminem a sua re-ascensão ao trono: Beyoncé, Alicia Keys, P!nk, Kehlani, Ed Sheeran, Skylar Grey, Phresher e X Ambassadors marcam presença do álbum que hoje editou. Na ficha técnica, uma vez mais, são muitos os nomes já consagrados da produção musical que ajudaram a desenhar os traços deste regresso em força de Marshall Mathers. Rick Rubin, Just Blaze, Alex Da Kid, Hit Boy ou os já habituais colaboradores Dr. Dre, Mr. Porter e Luis Resto, juntam-se a Eminem na assinatura dos instrumentais de Revival.

 


[N.E.R.D.] No_One Ever Really Dies

E ninguém chega mesmo a morrer… Pelo menos enquanto houver noticias do trio composto por Pharrell Williams, Chad Hugo e Sheldon Haley, autores das mais loucas batidas que fazem qualquer coração abrandado voltar a pulsar com fulgor. Cada vez mais electrónicos, No_One Ever Really Dies parece servir para qualquer propósito. No carro ao som de “Deep Down Body Thurst”, no club servido com “Lemon” ou a apreciar a beleza de um pôr-do-sol com “Don’t Don’t Do It”. Esta é uma receita versátil dos N.E.R.D. que não deixará ninguém indiferente.

Pharrell Williams surge no disco mais acompanhado que nunca no capítulo das vozes. Já agora, qual foi o último disco em que puderam ouvir uma dupla participação de Kendrick Lamar? Além de K.Dot, também Rihanna, Gucci Mane, M.I.A., Future e o saudoso André 3000 marcam presença no disco.

 


[BROCKHAMPTON] SATURATION III

A juventude é uma coisa linda… Os miúdos mais irrequietos do momento voltaram a fazer das suas e o terceiro capítulo de SATURATION é também o terceiro (!) álbum que os BROCKHAMPTON editam no espaço de apenas seis meses. Kevin Abstract e companhia têm-nos brindado com várias novidades nos últimos dias e a parada pode não ficar por aqui: há um par de dias estrearam “Billy Star”, uma curta-metragem disponível no YouTube que aponta para ecrãs bem maiores, com a ideia lançada no Twitter de que do pequeno vídeo nascerá uma longa-metragem directamente para as salas de cinema. Pequenos em idade mas grandes em número e na genialidade. Será difícil acompanhar tanto progresso a este ritmo, por isso desfrutem de SATURATION III antes que os miúdos se lembrem de o destronar com mais alguma novidade-bomba – até porque TEAM EFFORT, o próximo disco do grupo, foi anunciado para 2018 pouco antes da saída do último.

 


[G-Eazy] The Beautiful & Damned

Gerald Gillum já por várias vezes foi comparado a Eminem e até já admitiu a forte influência que obteve do MC de Detroit. Coincidência ou não, a verdade é que G-Eazy decidiu “competir” com o homem que lhe serviu de modelo a seguir, ao editar The Beautiful & Damned no mesmo dia que Marshall Mathers regressou aos álbuns.

O mais recente do rapper de Oakland, Califórnia, aponta também para o rap pop com algumas nuances que o ligam a um registo de trap sombrio. Em suma, mais um trabalho consistente de G-Eazy, que assina a sua segunda edição pela RCA, depois de vários anos a lançar material por conta própria. O salto para a editora subsidiária da Sony abriu-lhe as portas para trabalhar com cada vez mais e melhores artistas e, se já no anterior When It’s Dark Out as colaborações saltavam à vista, neste The Beautiful & Damned entram nomes como A$AP Rocky, Cardi B, E-40 ou Kehlani.

 


[Jeezy] Pressure

Já cá está fora o disco do homem que voltou a juntar Kendrick Lamar e J. Cole no mesmo tema. Uma edição, para já, apenas teórica, visto que em Portugal o alinhamento de Pressure não está ainda disponível para escuta. Mas nem tudo é mau: “American Dream”, o tema que conta com os autores de DAMN. e 4 Your Eyez Only, já cá está fora para acalmar as hostes que anseiam pelo oitavo disco da já longa carreira de Jeezy. Vão atentando nas plataformas digitais, pois Pressure poderá ficar disponível a qualquer momento. E há vários outros motivos para querer ouvir o mais recente álbum do rapper ex-Boyz N Da Hood, já que 2 Chainz, Diddy, Kodak Black, Tory Lanez ou Rick Ross marcam presença no projecto.

 


[Da$h] Loose Skrew

O rapper Da$h é um dos nomes quentes que borbulham de talento no underground norte-americano. Num dia com tantos artistas emblemáticos da cultura hip hop a lançar os seus discos, vale apena atentar também nas caras mais novas que vão surgindo no retrovisor, prontas para carregar a fundo no acelerador a qualquer momento. O futuro do jovem Da$h parece promissor, ele que até tem boa constituição genética – partilha o apelido com Dame Dash, o homem que fundou a Roc-A-Fella com Jay-Z, que é seu tio.

Já com vários projectos que recheiam o seu catálogo pessoal, o MC tem estado também a colaborar com alguns outros artistas, como forma de ir fazendo crescer a sua base de fãs: Da$h marcou presença em I Don’t Like Shit I Don’t Go Outside de Earl Sweatshirt, Lord$ Never Worry dos A$AP Mob, Faces de Mac Miller ou Eternal Gray dos $UICIDEBOY$. Em Loose Skrew volta a caminhar sozinho pelos trilhos mais sombrios do rap underground, com apenas J.I.D. – que se estreou este ano pela Dreamville – a surgir enquanto convidado.

pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos