pub

Texto: ReB Team
Fotografia: Theonepointeight

A música do quarto longa-duração da dupla serve como alavanca para o cumprimento do dever cívico.

Run The Jewels apelam ao voto com primeira apresentação de RTJ4 na íntegra

Texto: ReB Team
Fotografia: Theonepointeight

Os Run The Jewels vão pela primeira vez tocar ao vivo o seu mais recente disco. “Holy Calamavote” faz parte de uma iniciativa de incentivo ao voto, que nasce da parceria entre o grupo, a Ben & Jerry’s e a Adult Swim, esta última a plataforma que transmitirá a apresentação de RTJ4, no dia 10 de Outubro às quatro horas da manhã, hora portuguesa.

“Estamos orgulhosos por fazer parte desta iniciativa de apelo ao voto e mal podemos esperar por tocar finalmente o nosso álbum RTJ4. Vai ser divertido”, apontou o duo através de um comunicado.

“Holy Calamavote” será ainda a primeira transmissão de sempre de um concerto por parte da Adult Swim, embora a música passe para segundo plano quando o principal objectivo desta campanha é apelar ao voto nas próximas eleições presidenciais nos Estados Unidos da América, que acontecem a 3 de Novembro. Ainda assim, a curiosidade é muita para saber como soam as faixas de RTJ4 em cima de um palco e o espectáculo será transmitido numa emissão contínua e livre de publicidade, ficando logo depois arquivado no canal de YouTube da Adult Swim e disponível para consulta.

No final de mês de Junho, Alexandre Ribeiro teceu a crítica ao disco por aqui publicada e destacou a forte ligação que existe entre a política e a música criada por El-P e Killer Mike:

“O quarto volume desta odisseia gloriosa é o primeiro disco dos RTJ gravado sem Barack Obama na Casa Branca, que foi substituído pelo inqualificável Donald Trump em 2017. E o que é que isto significa? À primeira vista, maior urgência no ataque ao establishment; maior ferocidade na hora de se abordar o microfone e uma vontade enorme de se dizer tudo — o futuro, incerto como sempre, mas menos iluminado do que o habitual, parece fugir cada vez mais do controlo. Ou não. A verdade é que os MCs sempre soaram agressivos e combativos desde o primeiro segundo da primeira música da sua discografia em conjunto, o que nos compele a olhar com atenção para a importância da conjuntura que rodeou o presente lançamento: pessoas nas ruas a protestar contra novos abusos de poder (capturados em vídeo) da polícia no meio de uma pandemia não é cenário de filme, é mesmo a realidade.”


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos