pub

Texto: Paulo Pena
Fotografia: Filipe Feio
Publicado a: 14/09/2021

De 06/08/2021 a 12/09/2021.

Rap PT – Dicas da Semana #48

Texto: Paulo Pena
Fotografia: Filipe Feio
Publicado a: 14/09/2021

Se o rap nasceu para resistir e lutar, não há força da natureza que o extinga. Aqui o bicho só se manifesta nas rimas e batidas, e os nossos soldados não baixam canetas nem no pior dos cenários.

De semana em semana, há novas linhas por decifrar, novos sons por escutar, novas dicas (*) para encaixar. Seja em português ou em crioulo, do masculino ao feminino, desde as maiores estrelas nacionais aos mais anónimos rappers de sótão, do trap ao drill, há espaço para tudo o que nos faça abanar a cabeça, por dentro e por fora.



[YOUNGSTUD] “APATIA”

Aquele que foi, provavelmente, o nome mais vezes mencionado neste espaço de novidades em destaque não voltará (com muita pena nossa) a aparecer por aqui: Pedro Campos anunciou o fim do capítulo YOUNGSTUD, não sem nos deixar um último par de canções nesta despedida inesperada. O rapper e produtor ainda nos trouxe um EP de duas faixas — “TEMPESTADE” e “APATIA” — pouco antes de pôr um ponto final na sua carreira, pelo menos como a conhecemos até aqui. Ainda apáticos, resta-nos recordar a muita e boa música que ‘STUD nos deixou até então e esperar que, a seu tempo, o artista volte a fazer o que de melhor sabe — quem sabe…



[Eliot] “Matei Alguém” feat. Uno

“Matei alguém que eu era antes
Nós podemos morrer tantas vezes”

A loucura não se finge e a poesia não se inventa. Quem matou e morreu simultaneamente foi Eliot, sina essa partilhada por Uno, ele que leu a sua sentença em “Matei Alguém” — tema produzido por Aeyatollah que fará parte do álbum Dias Depois, esperado ainda para este mês. Será que há mais poetas loucos à solta na calha para se juntarem ao Clube?



[Deau] “Certas Horas”

Em boa hora se deu o regresso de Deau aos lançamentos com “Certas Horas”, uma faixa que, sob a produção de DJ Player, abre caminho para o seu próximo álbum: o sucessor de Livro Aberto tem por título Cabeça A Prémio e data de revelação reservada para meados de Outubro. Uma boa nova há muito aguardada acerca de uns artistas mais acarinhados no Grande Porto.



[RealPunch x John Miller] “Tem Avondo”

A viagem por Portugal foi feita quando o país fechou os seus concelhos: Do Minho ao Algarve — um EP fruto das rimas de RealPunch e das batidas de John Miller — foi caminho atalhado pelas tecnologias que nos tentaram aproximar em tempos de distância imposta. 

Ano e meio depois, o projecto que uniu o rapper de Faro ao produtor de Vila Nova de Famalicão volta à agenda semanal através do lançamento audiovisual de “Tem Avondo”, um tema que serve de homenagem às terras algarvias.



[JULINHO KSD] “Sabi na Sabura”

O álbum de estreia de Julinho KSD está cada vez mais perto de aterrar nas nossas bibliotecas musicais, e “Sabi na Sabura” é mais um passo largo dado nessa direcção. Rodeado por uma equipa galáctica na produção, composta por Fumaxa, Migz, Rubik — em primeiro plano —, e por Ariel, Dodas Spencer, João Lourenço e Here’s Johnny — em acrescentos e instrumentos —, Julinho junta mais um tema à sua colecção de canções irresistíveis. Artista exclusivo, ele trabalhou.



[LANCELOT] “DONO DO MEU DESTINO”

Os anos passam e Lancelot continua dono do seu destino. E a confiança do rapper de Odivelas só vem a crescer com a idade (“a representar como MC depois dos quarenta”): ele é “um deus”, “um god“, “um dieu para muitos MCs que cresceram também a ouvir os seus ensinamentos.



[Migas49] “Vapor Max”

A expressão que o drill tem tido por cá é de uma força assinalável, mas não deverá ser fenómeno surpreendente: há toda uma linguagem (que vai muito para lá da comunicação) subjacente a esta ordenação de BPMs e sequência de efeitos sonoros — e há toda uma geração periférica que se reconhece nessas batidas. Porém, a tendência para o mesmo registo uniformizado tem-se acentuado, e o desafio agora tem sido trazer novas abordagens sobre um estilo, apesar de tudo e à sua maneira, quadrado.

Em “Vapor Max”, a ousadia e os flows de Migas49 vêm responder, à medida, a essa exigência — “queima beat se for necessário”. E queimou, isso é certo como os “Vapor Max”.


(*O título da nossa coluna, Dicas da Semana, inspira-se num clássico de Biru)

pub

Últimos da categoria: Rap PT - Dicas da Semana

RBTV

Últimos artigos