pub

Morreu Phife Dawg dos A Tribe Called Quest

[FOTO] Direitos reservados

O rapper Phife Dawg, membro do celebrado grupo norte americano A Tribe Called Quest, faleceu esta madrugada. As causas da morte não foram ainda avançadas, mas alguma imprensa internacional, como a Fact ou a Hypetrack, avança diabetes Tipo 1 como possível motivo para o desaparecimento de Phife Dawg, nome artístico de Malik Isaac Taylor, nascido há 45 anos numa família de emigrantes de Trinidad.

Diagnosticado com diabetes logo em 1990, Phife Dawg, que também era conhecido como “5 Foot Assassin”, uma referência à sua estatura, batalhou com a doença durante todos estes anos, incluindo mesmo referências a essa luta nalgumas das suas letras. Chegou também a receber um transplante de fígado da sua mulher em 2008.

“Tudo começou em Queens, o mesmo bairro que ofereceu ao mundo a carreira de Nas: à dupla original de Tip e Ali – um MC e um DJ – juntaram-se depois Phife, colega de escola de Q-Tip, e Jarobi, que só gravaria o primeiro álbum do grupo”, escreveu Rui Miguel Abreu numa longa peça assinada na revista Blitz a propósito da reedição de People’s Instinctive Travels and the Paths of Rhythm, álbum de estreia do grupo editado em 1990, entretanto republicada aqui mesmo no Rimas e Batidas.

Phife Dawg, que era também um ávido fã de desporto e comentador regular nas emissões da ESPN, gravou importantes discos como The Low End Theory, Midnight Marauders e Beats Rhymes and Life com os seus companheiros Q-Tip e Ali Shaheed Muhammad. Foi o DJ Chuck Chillout que deu ao mundo a notícia do seu desaparecimento esta manhã. E desde então o twitter foi o meio escolhido por várias personalidades do mundo do hip hop para expressarem a sua consternação: Aesop Rock, Mr Carmacak, Freddie Gibbs, Ras G, 9Th Wonder ou Rapsody prestaram dessa forma a sua última homenagem ao rapper.

 


 

pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos