pub

Texto: ReB Team
Fotografia: Inês d'Orey

Setas apontadas para Setembro.

Homenagens a John Coltrane, Joana Gama em dose dupla e Sonic Boom na nova temporada da Culturgest

Texto: ReB Team
Fotografia: Inês d'Orey

Dança, música, cinema, artes visuais, conferências e debates: entre Setembro e Dezembro, a Culturgest, em Lisboa, retoma a actividade com “diversas estreias nacionais”.

Apesar do início oficial da temporada só acontecer no dia 17 de Setembro, com a apresentação de All Things Being Equal, o mais recente álbum de Sonic Boom, editado em Junho, há aquecimento com a edição deste ano do IndieLisboa, que decorre de 25 de Agosto a 5 de Setembro.

John Coltrane, um dos expoentes máximos do jazz, vai ser homenageado em dose dupla: em primeiro lugar, nos dias 12 e 13 de Dezembro, Anne Teresa de Keersmaeker e a sua companhia Rosas trazem a peça A Love Supreme, inspirada no clássico do saxofonista, até à capital portuguesa; em segundo lugar, no dia 18 de Dezembro, Ricardo Toscano (acompanhado por um um ensemble com um outro saxofone, um trompete, um piano, um contrabaixo e duas baterias) vai partir do disco lançado em 1965 para novos caminhos. Para além disso, o músico português (desta vez na companhia de piano, contrabaixo e percussão) atira-se aos quatro temas do LP em interpretações que serão apenas disponibilizadas nas plataformas digitais da Culturgest.



Quem também aparece em destaque é Joana Gama: a pianista sobe ao palco do Grande Auditório no dia 9 de Outubro, a solo, “para apresentar O Livro dos Sons, de Hans Otte, que terá a sua estreia em Portugal num momento de rara luminosidade da criação artística do século XX”. Um dia antes, Gama e o Goethe Institute “apresentam Palestra ao Piano sobre Hans Otte, onde falará sobre a vida e obra do compositor e pianista alemão interpretando igualmente alguns excertos ao piano”.

A abordagem ao legado de Otte não fica por aí: Norberto Lobo, Helena Espvall, Bruno Álvares, Violeta Azevedo, Pedro Melo Alves e Joana Conceição atiraram-se a’O Livro dos Sons numa encomenda da Culturgest e criaram seis peças-concerto que serão mostradas em formato filme e exibidas, unicamente, online.

A 19 de Novembro, Joana Gama volta ao palco com Luís Fernandes e Drumming GP para a apresentação de Textures & Lines. Pedro Maia junta-se à festa para “embarcar numa série de experimentações colectivas, interligando som acústico e som amplificado, entre elementos produzidos pelos instrumentos e mimetizados pela electrónica e vice-versa, acompanhadas pelas imagens, repletas de texturas e linhas, luminosas e vibrantes, criando um universo que visualiza o subtil cosmos onde habita a música deste novo quinteto.”

A abordagem a Textures & Lines não termina no concerto: a Culturgest entrega os sons da instrumentação de percussão do Drumming GP a Vitor Joaquim e O Morto, “dois artistas sonoros que farão uma completa reconfiguração electroacústica dos sons originais”. As duas peças serão emitidas, em exclusivo, através das redes sociais da sala.

A programação completa e a informação sobre a bilheteira podem ser encontradas aqui.


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos