Gods of Rap II leva Nas, DMX, The LOX e Gang Starr ao Reino Unido

[ARTWORK] Direitos Reservados

Os Gods of Rap estão de volta em 2020. Nas, DMX, The LOX, Gang Starr Legacy e Just Blaze (host) alinham na segunda edição do festival, que vai levar as lendas até Manchester, Londres e Birmingham, nos dias 23, 24 e 25 de Abril, respectivamente. A pré-venda dos bilhetes já arrancou.

Após o sucesso da primeira edição — Rui Miguel Abreu contou como foi a experiência em Londres —, o super-evento Gods of Rap tem agora um novo alinhamento nova-iorquino para voltar a invadir o Reino Unido. De La Soul, Public Enemy e Wu-Tang Clan dão lugar a Nas, DMX, The LOX e Just Blaze, sendo que DJ Premier, o anfitrião da edição de estreia, é o único repetente, desta vez para representar um dos grupos mais influentes de sempre, os Gang Starr.

A dupla que em 1989 se apresentou com No More Mr. Nice Guy ficou órfã de Guru, icónico rapper que em 2010 foi vítima de paragem cardíaca. No ano passado, Preemo construiu novos instrumentais em torno de gravações arquivadas do malogrado MC e compilou-os em One of the Best Yet, o primeiro trabalho póstumo com rimas de Keith Edward Elam.



Nasir Jones vive actualmente um período de maior fulgor criativo, tendo lançado os discos The Lost Tapes II e Nasir (com Kanye West na produção), recriando Illmatic ao vivo com uma orquestra e participado em faixas de DJ Khaled, DJ Shadow, Dave East ou Swizz Beatz. A última novidade foi a remistura de “Rodeo” de Lil Nas X.

Para DMX, o mais recente lançamento foi a edição de Dog Eats Rabbit, um álbum colaborativo com a dupla de electrónica Blackburner, sendo que já não assinala um concerto em terras de Sua Majestade há mais de 15 anos.

Jadakiss, Styles P e Sheek Louch têm construído carreiras sólidas a solo e regressaram em 2016 ao projecto The LOX para assinar Filthy America…It’s Beautiful pela Roc Nation.

A única dúvida do lado de quem nos lê neste momento poderá ser o formato da performance assegurada pelos Gang Starr. DJ Premier explicou à Music Week como pretende “ressuscitar” Guru para Gods of Rap II: “Tenho carradas de actuações ao vivo de praticamente todo o nosso catálogo, em diferentes cidade, e os áudios da sua voz. Com a tecnologia de agora, há aplicações diferentes que conseguem extrair a música de fundo dos meus gira-discos e ter a voz e a imagem dele a mexer-se consoante eu faço um movimento no computador. Posso tê-lo mesmo a cantar e a dizer as rimas, e ele vai ter roupas diferentes, dos vários locais onde tocámos.”


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team