pub

Texto: ReB Team
Fotografia: Cecily Eno

Cinco décadas de trabalho para o grande ecrã resumidas em 17 faixas.

Catálogo da música para cinema e televisão de Brian Eno vai ser compilado em Novembro

Texto: ReB Team
Fotografia: Cecily Eno

Uma selecção de peças musicais (algumas inéditas) criadas por Brian Eno para cinema e televisão será reunida numa nova colectânea. Film Music 1976 – 2020 é editado no dia 13 de Novembro pela Universal Music Catalogue.

Nome incontornável da produção de música electrónica, o catálogo pessoal de Brian Eno é um dos mais vastos e ricos do planeta, onde encontramos já mais de uma centena de projectos editados, entre álbuns, EPs e compilações. Mas a pegada do explorador sónico inglês é bem mais vasta do que isso e estende-se à produção para outros artistas ou até às criações para bandas sonoras de filmes e séries, sendo neste último registo que o input do músico é frequentemente requisitado por alguns dos melhores realizadores de todos os tempos.

Trainspotting (Danny Boyle), The Lovely Bones (Peter Jackson), Dune (David Lynch) ou Beyond The Clouds (Michelangelo Antonioni) são algumas das longas-metragens que contaram com a contribuição de Eno nas respectivas trilhas sonoras e que surgem representadas neste Film Music 1976 – 2020, uma retrospectiva do trabalho do produtor nas últimas cinco décadas dentro deste registo, resumida em 17 temas, sete deles nunca antes editados.

A compilação, que será alvo de edição em duplo LP, CD e digital, sucede aos lançamentos de Dokument #2 (com Laurie Anderson e Ebe Oke), Mixing Colours (com Roger Eno) e da banda sonora de Rams (cujo tema “Design as Reduction” surge também em Film Music 1976 – 2020), todos eles datados de 2020. Há um ano, Eno conduziu uma reedição expansiva do seu clássico de 1983 Apollo: Atmospheres & Soundtracks.


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos