7 Dias, 7 Vídeos

[TEXTO] Gonçalo Oliveira [FOTO] Direitos Reservados

Era digital, informação à velocidade da luz. Vídeos e músicas a soçobrar pelas plataformas virtuais. Novidades emaranhadas entre si, confusão sónica, sentidos desorientados. Quem nos guia? Por onde vamos? Para onde vamos?

7 Dias, 7 Vídeos é o resgate audiovisual semanal nos terrenos do hip hop e electrónica. Filtragem de qualidade, barreira contra a poeira que nos cega com tanto de novo, com tanto para espreitar e escutar.

 


[Vince Staples] “FUN!”

Tudo se resume a diversão para Vince Staples. O rapper de Longe Beach, Califórnia, recorreu à ironia quando, no início do ano, ordenou “Get The Fuck Off My Dick”. Desta vez, o mote é “não querer lixar nada,” mas também não ter de se “importar com nada”. Realizado por Calmatic, o videoclipe de “FUN!” é um novo pedaço de ambição e arte, que baseia-se no sistema de navegação virtual Google Street View e que nos mostra Vince Staples a rimar por algumas das ruas da “sua” Long Beach. O último verso, assinado por E-40, ficou de fora das contas mas pode ser escutado na versão original que consta em FM!.

 


[Skepta] “Pure Water”

Editado em Maio enquanto tema solto, “Pure Water” teve agora direito a um tratamento audiovisual pela mão de Olivia Rose. A estreia do videoclipe veio acompanhada de “Neighbourhood Watch”, faixa que conta com a participação de JD. Apesar das novidades, Skepta vive um momento conturbado: irritou o “pai” do grime, Wiley, que levou a sua recente colaboração com Dizzee Rascal como uma facada nas costas e não teve papas na língua quando decidiu apontar o dedo ao colega da Boy Better Know através do Instagram. Nos comentários de “Pure Water”, no YouTube, Wiley surge em destaque com mais uma boca atirada ao parceiro nas malhas digitais.

 


[DJ Muggs & Roc Marciano] “The E Train”

Roc Marciano aplica uma grossa camada de braggadocio sobre a batida de jazz suave orquestrada por DJ Muggs. Dois veteranos a jogar numa liga (quase) só sua, MC e produtor uniram esforços para se estrearem num disco — KAOS até já mereceu uma crítica por parte de Rui Miguel Abreu. “One of the best to ever do this/ Records with me is definitely on every MC’s to do list”, gaba-se o rapper em “The E Train”, enquanto adorna os versos com o habitual e ritmado jogo de rimas polissilábicas.

 


[The Alchemist] “Fork In The Pot” feat. Conway, Westside Gunn & ScHoolboy Q

Alan The Chemist faz uso daquilo que soa a um jingle publicitário dos anos 80 para a batida de “Fork In The Pot”. O videoclipe, assinado por Jason Goldwatch, aponta para esse mesmo universo, ele que conta com trabalhos desempenhados para Jay-Z, Kid Cudi, Evidence, Linkin Park ou Action Bronson e já colaborou com o produtor californiano no passado. “Fork In The Pot” faz parte de um single duplo que Alchemist editou recentemente, que contou com as vozes de Conway e Westside Gunn nos dois temas.

 


[DUCKWRTH] “FALL BACK”

The Falling Man é o próximo projecto no horizonte de DUCKWRTH e tem em “FALL BACK” o seu primeiro avanço, cujo videoclipe é realizado por Young Man. O MC/cantor de South Central, Califórnia, ligou-se contratualmente à Republic Records no ano passado para editar an XTRA UUGLY Mixtape. Após uma curta pausa, acenou-nos recentemente com “SOPRANO” e este “FALL BACK”, que tem produção dos Two Fresh — a dupla de Nashville, Tennessee, tem créditos amealhados em canções de Mac Miller, The Underachievers, Towkio ou Dumbfoundead.

 


[Flohio] “Wild Yout”

O grime tem uma nova voz no feminino. Flohio tem descendência nigeriana, representa o sul de Londres e foi “apadrinhada” por Gaika. “Wild Yout” foi o videoclipe que lançou para o seu canal no YouTube durante a semana passada, que foi realizado por Duncan Loudon e antecedeu a edição de um EP com o mesmo título — Wild Yout conta com quatro temas, todos eles produzidos por HLMNSRA.

Em Janeiro, Alexandre Ribeiro entrevistou Flohio na véspera da sua passagem pela Galeria Zé dos Bois. Um mês depois, Naomi Campbell destacou-a na Vogue como uma de “10 mulheres que estão a mudar o nosso futuro.”

 


[Jamal Gasol] “Eyes On The Prize” (Prod. VDon)

Jamal Gasol é mais um MC a tentar entrar no mercado pela porta que a Griselda Records abriu no último par de anos. O rapper juntou-se a VDon para o EP It’s A Dirty Game, que está apenas disponível no formato físico através do seu website. Este ano, Jamal Gasol já tinha assinado dois volumes de The World Is Piff, bem como um duplo single em parceria com Conway.

Gonçalo Oliveira

Gonçalo Oliveira

Filho bastardo do jazz e da soul que encontrou no hip hop uma nova forma de abordar linguagens musicais perdidas no tempo. Não tem uma música favorita porque Jimi Hendrix e J Dilla nunca trabalharam juntos.
Gonçalo Oliveira