pub

Fotografia: Direitos Reservados

Uma semana de novidades audiovisuais nos terrenos do hip hop e electrónica pela mão de Gonçalo Oliveira.

7 Dias, 7 Vídeos

Fotografia: Direitos Reservados

Era digital, informação à velocidade da luz. Vídeos e músicas a soçobrar pelas plataformas virtuais. Novidades emaranhadas entre si, confusão sónica, sentidos desorientados. Quem nos guia? Por onde vamos? Para onde vamos?

7 Dias, 7 Vídeos é o resgate audiovisual semanal nos terrenos do hip hop e electrónica. Filtragem de qualidade, barreira contra a poeira que nos cega com tanto de novo, com tanto para espreitar e escutar.


[REASON] “Field Nigga”

Ofuscado pelos lançamentos de Noname, Anderson .Paak e Public Enemy que ocorreram na celebração do último Juneteenth, REASON também levantou o braço e fez-se ouvir alto e em bom som neste “Field Nigga”, um tema que ganha ainda mais força neste quadro social pós-homicídio de George Floyd, seguramente um dos mais atribulados de sempre da história dos EUA e que tem também ecoado por todo o globo. Além de mote para o protesto, “Field Nigga” sucede a faixas como “Pop Shit” e “Trapped In” e é um sinal de que New Beginnings, o segundo álbum do rapper californiano pela Top Dawg Ent., poderá estar prestes a chegar.


[Preservation] “Rose Royce” feat. Quelle Chris

Eastern Medicine, Western Illness saiu no mês passado e confirmou Preservation enquanto um dos beatmakers mais influentes da nova geração do boom bap. Carimbado com o selo da Nature Sounds — que recentemente deu também abrigo a projectos de R.A. The Rugged Man ou Tha God Fahim — o segundo LP do homem que já foi DJ de Mos Def fica marcado pela peculiar escolha de samples, todos eles extraídos de discos chineses, e pelas vozes aceitaram adornar as suas batidas. A faixa a meias com Quelle Chris, com quem já tinha colaborado no passado, sucede a uma das parcerias com Mach-Hommy, retratada em vídeo no arranque deste mês. Roc Marciano, billy woods ou Navy Blue são mais alguns dos nomes que podem escutar em Eastern Medicine, Western Illness.


[Cavalier] “Go Brooklyn”

Quem também tem vindo a colaborar com Quelle Chris é Cavalier, rapper de Nova Orleães cujo último álbum remonta a 2018. O tempo ainda não fez esquecer Private Stock, que acaba de ressurgir em 2020 graças a este “Go Brooklyn”, agora retratado em vídeo pelas mãos de Alex Seel e Alima Lee para o canal GodsConnect, um dos locais de paragem obrigatória na Internet quando o assunto é rap puro.


[IDLES] “GROUNDS”

A banda inglesa IDLES regressa este ano com um novo LP. ULTRA MONO, apontado para o mês de Setembro, começou por ser antecipado com “Mr. Motivator”, uma faixa punk de contornos mais clássicos, e ganhou recentemente uma nova aura graças a este “GROUNDS”. O mais recentemente tema assinado por Joe Talbot, Mark Bowen, Lee Kiernan, Adam Devonshire e Jon Beavis soa a um peça esculpida por alguém que quis experimentar o rock depois de passar demasiado tempo a ouvir discos de electrónica e a brincar com samplers e drum machines.


[MIKE] “what’s home?”

MIKE não falhou a data do último Solstício de Verão com um novo lançamento. weight of the world saiu ontem e já soma um número impressionante de vendas digitais no Bandcamp, sinal de que o hip hop independente que se afasta das sonoridades mainstream está no bom caminho no que toca a criar uma plataforma sustentável para os seus praticantes. Depois de “nothin2say (Never Forget)”, tema que não integrou o alinhamento do seu mais recente trabalho, “what’s home?” ascende agora ao estatuto de single, acompanhado por um vídeo realizado e filmado por Ryosuke Tanzawa.


[Black Josh] “SKRUFF”

Apesar dos altos e baixos no que toca à sua consistência, Black Josh continua a ser um dos mais carismáticos MCs do panorama underground britânico e uma das estrelas mais cintilantes do catálogo da Blah Records, de Lee Scott. MANNYFORNIA, o seu novo projecto, saiu no passado dia 10 de Junho mas os singles há muito que têm gerado algum burburinho na Internet. Depois de “Middle Finger”, “Locals”, “Pretty Faces” ou “Wannit All”, a nova proposta visual do rapper de Manchester chega-nos através de uma parceria com a Hyde Productions.


[Bub Styles] “Razzmatazz”

Título mais engraçado de 2020? Ainda é cedo para fechar a resposta mas Very Sucio Muy Picante, que aterra nas plataformas digitais já nesta sexta-feira, estará certamente na corrida. Falamos de um novo álbum do artista emergente de Brooklyn, Bub Styles, que foi cozinhado ao lado de Ace Fayce, produtor que tem dado cartas em temas de Rome Streetz ou Estee Nack. “Razzmatazz”, o primeiro avanço do disco, motivou o realizador Cole Eckerle a voltar a trabalhar com o rapper, meio ano após o cartão de visita deixado na rubrica City Sounds Freestyle.

pub

Últimos da categoria: 7 Dias, 7 Vídeos

RBTV

Últimos artigos