Yasiin Bey aka Mos Def anuncia retirada do mundo da música em freestyle patrocinado por Yeezy

[FOTO] Direitos Reservados

 

“Com efeito imediato, vou retirar-me da actual indústria musical, bem como de Hollywood, efeito imediato”, escuta-se algures num freestyle de 10 minutos de Yasiin Bey aka Mos Def disponibilizado no site oficial de Kanye West, colaborador de longa data do autor de Black On Both Sides. “Vou lançar o meu último disco este ano e finito. Paz para todos, sem medo de nada, obrigado a todos pelo vosso tempo. Muito sucesso para vocês, mesmo que me desejem o oposto, parafraseando Nas. Estou do lado dos correctos, por isso as pessoas podem desejar-me o que quiserem.”

Foi uma semana particularmente tumultuosa aquela que antecedeu o anúncio da reforma do rapper que é metade dos Black Star. Tudo começou há alguns dias atrás quando Yasiin Bey foi detido no aeroporto da Cidade do Cabo, África do Sul, por tentar viajar com um World Passport, um documento controverso, não reconhecido pela grande maioria dos países e que também é utilizado por figuras anti-sistema, como Julian Assange ou Edward Snowden. Para além do documento ter sido rejeitado pelas autoridades da cidade que o também activista político e social adoptou como morada de residência, Yasiin Bey e a família foram ainda formalmente acusados de residir ilegalmente no país por se encontrarem com vistos turísticos expirados. De imediato foi exigido que toda a família do rapper abandonasse o país até 29 de Janeiro sob ameaça de interdição de acesso à África do Sul por um período de cinco anos.

Entretanto, Yasiin Bey já tem marcada uma audiência em tribunal a 8 de Março para responder às acusações de utilização de “passaporte falso e documento de identificação não reconhecido e de ajudar a família a permanecer ilegalmente no país”. Até lá, terá de se apresentar às autoridades a cada dois dias.

O evento precipitou a retirada de Yasiin Bey do mundo do entretenimento, sendo que na mensagem áudio que precede a audição de uma remistura acapella de “No More Parties In L.A.” de Kanye West (intitulada “No More Parties In S.A.”), o rapper de Brooklyn sugere que toda a situação está ancorada em “motivações políticas”.

O último trabalho de estúdio de Yasiin Bey foi lançado em 2009 com o título The Estatic, numa altura em que ainda assinava como Mos Def. O disco que encerra a carreira de Bey será lançado ainda este ano, o que, ainda assim, não apaga a sensação de que este afastamento do entertainer poderá ser temporário – mais não seja pela decisão tomada a quente.

 

ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team