pub

Throes + The Shine no SBSR: Eureka!

[TEXTO] Alexandre Ribeiro [FOTOS] Hélder White

A fórmula é simples: rock + kuduro = festa. Hoje é festa. Como excelentes anfitriões que são, ou não fossem do norte, os Throes + The Shine são óptimos a receber e a dar indicações aos convidados. Se a fórmula está desvendada, o problema reside nas dificuldades que vão encontrar ao tentar clonar os membros da banda e replicar a magia que se faz com 4 homens em palco.

A porta está sempre aberta no Palco LG e a recepção é estrondosa, juntando-se um pequeno mar de gente que chegava até à escadaria do MEO Arena. Se não conhecem a banda, também não é absolutamente necessário: afinal de contas, a energia que sai do sistema de som vem em doses cavalares, material sonoro que faria dançar até o Ronaldo do pé-de-chumbo.

 


img_7668


Este rockuduro que mete todos a dançar é irresistível por várias razões: 1) exotismo; 2) a electricidade e o tribalismo; 3) a actuação incansável dos dois vocalistas. Nossa senhora, que energia.

“Hoje é Festa” ou “Batida” são hinos maiores que sobressaem no alinhamento, mas, sendo totalmente sinceros, isso não faz qualquer tipo de diferença: o baile está armado e os vocalistas estão tanto tempo no meio do público como no palco.

 


img_7614


“Banda do Porto”, apresentam-se a certa altura. Como se isso interessasse para quem está a curtir à brava, sem medo de tirar os pés do chão com velocidade estonteante, tão estonteante que vemos duas ou três pessoas a tropeçar mesmo à nossa frente. Não é para todos.

Marco Castro, Diron Shine, Mob e Igor Domingues descobriram “ouro”, disso não há dúvida. Se em estúdio este tipo de som pode viver de elementos extra-humanos e de um certo distanciamento laboratorial, ao vivo é precisamente o contrário: conta o lado mais físico e reduzem-se os elementos ao essencial – batida e mais batida, vocais gingantes em cima, cores exóticas de guitarra ou teclado. E chega e sobra.

Saímos do Palco LG com vontade de mais, mas os festivais vivem disto: intensidade máxima num espaço curto de tempo, com o tamanho necessário para caber em qualquer conta de Instagram. Ou no facebook, como os Throes + The Shine fazem questão de dizer, antes de partirem para outra.

 


img_7816

img_7739

img_7828

pub

Últimos da categoria: Reportagem

RBTV

Últimos artigos