pub

Fotografia: Direitos Reservados

Pianos, conversas e estreias.

Serralves recebe tributo a Maryanne Amacher no final deste mês

Fotografia: Direitos Reservados

No próximo dia 31 de Outubro, entre as 15h30 e as 20h, a Biblioteca e o Auditório de Serralves, no Porto, dedicam a sua programação a Maryanne Amacher, compositora americana do século XX. O evento Additional Tones é uma “homenagem, partilha e contribuição para um maior e merecido entendimento e visibilidade da obra e pensamento notáveis desta artista”.

Segundo o Institut für Medienarchäologie, a arte de Maryanne Amacher seria usual e erradamente considerada como instalação, muito provavelmente pelo seu interesse pela intersecção entre o som, o tempo e o espaço, e por ter sido pioneira em novos formatos, jogando com a performance, “a espacialização sonora, os novos media, a ecologia acústica, a inteligência artificial, a psicoacústica e a fenomenologia da perceção”. O reconhecimento internacional da figura que aprendeu com Stockhausen e que ombreou/colaborou com enigmáticos como John Cage e Merce Cunningham, viu a sua obra a chegar ao Tate Modern, ao ICA, ao Stedelijk Museum, à Bienal de São Paulo, e também Serralves, que recebeu a instalação sonora, visual e performativa The Sounding of Casa de Serralves: Supreme Connections em 2002, quando a compositora ainda era viva.

No centro deste tributo está a interpretação a dois pianos de Petra por Marianne Schroeder e Joana Gama, às 18 horas, mas o programa ainda inclui uma sessão de escuta comentada por Amy Cimini (musicóloga) e Bill Dietz (antigo colaborador de Amacher), e ainda a estreia nacional da obra inspirada e dedicada à compositora, Perceptual Geographies, de Thomas Ankersmit.


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos