Tudo o que sabemos sobre o próximo álbum de Kendrick Lamar

[TEXTO] Gonçalo Oliveira [FOTO] Direitos Reservados

A informação vai chegando a conta-gotas e nem sempre é esclarecedora. Muito se deve ao facto de Kendrick ser o actual detentor da coroa do hip hop. Tal facto é propício à criação de boatos, dado que toda a gente se sente tentada a partilhar o mais ínfimo detalhe que encontra nesse grande mar de dados e partilhas que é a Internet. Não por maldade, certamente, mas sim numa tentativa de trazer algo fresco para a mesa caso a informação se considere minimamente credível. O que nos leva a uma última grande questão agora que estamos a um par de dias da edição de DAMN.: O que sabemos nós realmente acerca do próximo álbum de Kendrick Lamar?

 



A partir de ontem ficámos a saber que o sucessor de To Pimp A Butterfly se intitula DAMN.. A informação chegou através de um post nas redes sociais de K. Dot, juntamente com as respectivas capas, frente e verso, com que o álbum virá ilustrado. Na parte de trás, conseguimos também ver a tracklist completa e os respectivos convidados. DAMN. terá 14 faixas e apenas 2 convidados: os U2 e Rihanna – resta perceber, particularmente no caso dos U2, se a indicação de feature se fica a dever a uma participação real ou à utilização de algum sample com identidade vincada, algo que por vezes se traduz neste tipo de crédito. Entretanto, Zacari, colaborador habitual da TDE, foi acrescentado às participações, como podem ver no iTunes.

A lista de produtores, porém, é bastante mais ampla. Alguns dos beatmakers já começaram a promover o trabalho nas redes sociais, alegando terem dado o seu cunho a alguns dos temas. 9th Wonder, Cardo, Steve Lacy e Mike WiLL-Made It já revelaram ter os seus nomes gravados nos créditos do álbum. No entanto, se tomarmos atenção aos nomes que surgem nas informações do álbum disponíveis no iTunes, conseguimos ainda descobrir a presença de Alchemist, Terrace Martin, BADBADNOTGOOD, DJ Dahi, Riera ou Sounwave enquanto produtores. Na lista destaca-se ainda a participação de um tal “J. Blake” enquanto compositor do 4º tema – que agora sabemos que é “Element”. Poderá James Blake estar também envolvido em DAMN.?

 



Em relação à sonoridade, só saberemos ao certo aquando do lançamento do trabalho, mas basta ouvir “HUMBLE.” para pelo menos perceber que a direcção apontada segue para caminhos distintos dos explorados em To Pimp A Butterfly. Kendrick afasta-se do registo soul e jazz do disco anterior e parece apostar mais em ingredientes da bass music. Syk Sense, um dos produtores por detrás de “The Heart Part 4”, já teve acesso a DAMN. e descreveu-o como “uma cena pesada, não é aquele som jazzy.” E concluiu: “É tipo o ‘Levitate’ mas com algo diferente, eu nem sequer sei como explicá-lo.”

Nós também não sabemos. Ainda. Mas não poderíamos estar mais ansioso por metê-lo a rodar por aqui: 

 


Gonçalo Oliveira

Gonçalo Oliveira

Filho bastardo do jazz e da soul que encontrou no hip hop uma nova forma de abordar linguagens musicais perdidas no tempo. Não tem uma música favorita porque Jimi Hendrix e J Dilla nunca trabalharam juntos.
Gonçalo Oliveira