Rubble Kings: relato do começo de um fim que possibilitou o nascimento do hip hop

Foi uma casa cheia que recebeu no fim-de-semana no AMC Theater de Times Squares em Nova Iorque a estreia de Rubble Kings, um documentário de Shan Nicholson que retrata a violência no Bronx e em Harlem no início da década de 1970 e, em particular, os acontecimentos que levaram à famosa “cimeira da paz” de Hoe Avenue, que juntou diversos líderes de gangues dos dois bairros nova-iorquinos.

O encontro, que teve lugar em no dia 7 de Dezembro de 1971, ficou na história não apenas por ter sido o primeiro em que foi forjada uma aliança interétnica entre os cerca de 10 mil elementos de 68 gangues distintos (que ficaria conhecida como The Family), mas também por ser considerado o primeiro passo para o apaziguamento urbano que possibilitaria o surgimento da cultura hip hop no Bronx.

O documentário, para além de contar com valiosas imagens da época, apresenta depoimentos de figuras históricas como Benjamin Melendez e Afrika Bambaataa, numa produção de oito anos que se tornou em filme graças a uma bem sucedida campanha crowdfunding na plataforma Kickstarter.

É de visão obrigatória para qualquer fã interessado na história do movimento ou da Big Apple.

 

ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team