pub

Os sons que mais rodei em 2015 por Rui Miguel Abreu

[TEXTO] Rui Miguel Abreu [FOTO] Ricardo Miguel Vieira

 

2015 foi um grande ano. Um daqueles anos em que nos acontecem coisas importantes, em que fazemos coisas importantes e onde tudo se parece conjugar de forma perfeita.

A saúde, em primeiro lugar: 2015 foi o primeiro ano em algum tempo em que não passei um único minuto no hospital como paciente e isso foi por si só extraordinário e digno de nota neste meu balanço pessoal.

[OUTROS MARCOS DE 2015]

[RIMAS E BATIDAS] Com a ajuda e a força de uma série de pessoas consegui erguer este projecto que há tanto tempo fervilhava na minha cabeça. Sei que o meu futuro passa por aqui, mas entusiasma-me sobretudo a ideia de que o Rimas e Batidas é parte importante do meu presente. Estamos aqui e agora a fazer por fazer diferente, por fazer todos os dias mais e melhor. Mantenham-se ligados.

[FESTIVAL RIMAS E BATIDAS] Em Setembro passado, o Rimas e Batidas assumiu-se também como um pequeno, mas ambicioso festival. Uma vez mais fizemos por criar algo diferente. E o resultado foi promissor e empolgante, carregado de estreias e alinhando perspectivas e mundos sonoros que raramente partilham espaço. A próxima edição do festival Rimas e Batidas vai chegar mais cedo do que se pensa. A trabalhar nisso a todo o gás.

[CURADORIA CIÊNCIA RÍTMICA AVANÇADA NO VODAFONE MEXEFEST] Que noite incrível – tarraxo do futuro misturado com grime pela mão de Bison & Squareffekt, labirintos hip hop desenhados com mestria por SlimCutz e Taseh na apresentação de Roger Plexico, a brilhante viagem aos abismos da alma conduzida por NERVE e as altas pressões rítmicas impostas por DJ Firmeza levaram muita gente ao Palácio Foz numa noite com a nossa identidade exposta de forma clara: houve rimas de primeira água e batidas de excepção e aplausos. Foi perfeito.

[ANTENA 3] A troika dourada formada por Nuno Reis, Henrique Amaro e Luís Oliveira conseguiu a proeza de reinventar um projecto que é fulcral para a boa saúde da música portuguesa. Estar a bordo desse projecto com a vertente radiofónica do Rimas e Batidas é uma óbvia honra. Vêm aí muitas novidades para o programa – uma vez mais, mantenham-se ligados.

[GINGA BEAT DA RED BULL MUSIC ACADEMY RADIO] 2015 foi o meu último ano neste projecto que abracei desde a primeira hora. O Ginga Beat transita agora para uma nova estação e terá outras vozes e cabeças a pensar semanalmente nos seus rumos, o que nos deve entusiasmar a todos. Foram sete ou oito anos (confesso que perdi a conta) a investigar os corredores da mais vibrante academia musical do mundo, a auscultar aquilo que nos oferecia a nossa modernidade ou a tentar descortinar as nuances da lusofonia. Passo agora a ser atento ouvinte. Longa vida ao Ginga Beat.

 

[OS DISCOS]

2015 também se destaca por ser um dos anos em que a minha colecção de discos mais engordou. Houve muita música a aterrar lá em casa e não houve semana que não tivesse sido marcada por uma nova e incrível edição que me forçava a desviar-me do caminho para a acrescentar às já sobrelotadas prateleiras do meu bunker. Abaixo uma pequena amostra, porque a mais relevante para o universo Rimas e Batidas, dos discos colheita 2015 que mais trabalho e prazer deram aos meus ouvidos.

[LÁ FORA]

[RIMAS]

Kendrick LamarTo Pimp a Butterfly
Vince StaplesSummertime 06
FutureDS2
DrakeIf You’re Reading This it’s Too Late
Dr. DreCompton: A Soundtrack
Rae SremmurdUnlock The Swag
Earl SweatshirtI Don’t Like Shit, I Don’t Go Outside
Tyler, The CreatorCherry Bomb
Drake & FutureWhat a Time to Be Alive
Joey BadassB4.Da.$$
Donnie Trumpet & Social ExperimentSurf
Freddie GibbsShadow of a Doubt
Goth MoneyTrillionaires
Fetty WapFetty Wap
Run the JewelsMeow the Jewels

 

 


 

[BATIDAS]

JlinDark Energy
ArcaMutant
Oneohtrix Point NeverGarden of Delete
James Ferraro Skid Row
Hieroglyphic Being & JITU Ahn-Sahm-BuhlWe Are Not The First
Steve MooreCub
VisionistSafe
Aphex TwinComputer Controlled Acoustic Instruments Pt 2
Floating PointsElaenia
ZombiShape Shift
Panda BearPanda Bear Meets the Grim Reaper
KelelaHallucionogen EP
Not WavingVoices

 


[ARQUIVOS]

SavantArtificial Dance
HarmoniaComplete Works
Beatriz FerreyraGRM Works
Vito RicciI Was Crossing a Bridge
Patrick CowleyMuscle Up
Ata KakOba Simaa
Else Marie PadeElectronic Works 1958-1995
Various Artists – Trevor Jackson Presents: Science Fiction Dancehall Classics
KMDBl_ck B_st_rds
A Tribe Called QuestPeople’s Instinctive Travels and the Paths of Rhythm

 


 

[TUGA]

[RIMAS]

Allen HalloweenHíbrido
NERVE – “Trabalho & Conhaque” ou “A Vida Não Presta & Ninguém Merece a Tua Confiança”
NGAAtitude
Slow JThe Free Food Tape
RegulaCasca Grossa
Mike El NiteVaporetto Titano
L-ALI – O Conto
Roger PlexicoNo Man’s Land
Roger Plexico & AceRoger Plexico & Ace
VilãoO Mau da Fita
ProdígioProdígios
CapicuaMedusa

 

 


 

[BATIDAS]

DJ MarfoxRevolução 2005-2008
NiagaraÍmpar
TUGALIFE – Kids
Dotorado ProAfrica Scream EP
Nidia MinajDanger
DJ Firmeza – Alma do Meu Pai
D.D.P.R.Uma Imagem Mil Palavras EP
EndgameEndgame

 


 

[CONCERTOS]

D’Angelo e Goblin em Londres
Cabaret Voltaire no LEV
Run The Jewels no Primavera Sound
Marfox e Batida no MED
NERVE no Mexefest

pub

Últimos da categoria: Ensaios

RBTV

Últimos artigos