pub

Texto: ReB Team
Fotografia: Direitos Reservados

Artistas da Grande Lisboa: fiquem atentos ao pontapé-de-saída das candidaturas.

Oficina Portátil de Artes regressa em Junho com edição digital

Texto: ReB Team
Fotografia: Direitos Reservados

A OPA – Oficina Portátil de Artes está de volta no próximo mês e desta vez o projecto de formação musical vai decorrer totalmente no plano digital. Enquanto são recolhidas as candidaturas, haverá um festival cibernético com alguns dos participantes de edições anteriores nos dias 6, 7, 13 e 14 de Junho.

“Ao longo dos últimos 13 anos a OPA tem funcionado como laboratório criativo vocacionado para a cidadania, dinamizando, através da pedagogia e da arte, a construção de uma rede de trabalho entre jovens e os seus bairros na Área Metropolitana de Lisboa, tendo como estilos musicais centrais o hip-hop e o rap”. Um projecto com uma missão muito clara e que tem dado frutos no que toca à formação de jovens com potencial para vingar no mercado discográfico em Portugal. Prova disso são alguns dos formandos de anos anteriores que já no próximo mês estarão em destaque num conjunto de concertos (+ entrevistas) que serão transmitidos no Instagram da OPA: Estraca (host), Mynda Guevara, SXR e Máry M são nomes que vão sendo acompanhados de perto pelo ReB; DJ Kope, La Familia Gitana, May, Puto Kara ou YGMil (que lançou este mês o tema “Last Night“) são alguns dos outros artistas que constam no alinhamento. As actuações vão ser emitidas a partir de locais como Espaço Take.it, Estúdios Namouche, Auditório World Academy e Estúdios Lisbon Sound Society.



Para a edição deste ano, os interessados em ingressar nesta viagem didáctica podem concorrer por uma vaga entre os dias 2 e 22 de Junho. Durante o mês de Julho, de 6 a 29, os escolhidos terão acesso a um conjunto de workshops conduzidos por Francisco Rebelo (Orelha Negra, Fogo Fogo e Cais Sodré Funk Connection), Carlos Martins (saxofonista e compositor jazz) e outros convidados ainda por definir, mas que já se sabem ser oriundos da esfera do hip hop tuga.

Cimentados os conhecimentos, a OPA troca o habitual palco do Lisboa Mistura pelas plataformas digitais para a sua apresentação anual ao vivo, nos dias 1 e 2 de Agosto, transmitida a partir de uma sala de espectáculos lisboeta ainda por definir.

O público pode contribuir para a remuneração de todos os artistas envolvidos nesta iniciativa através de um donativo endereçado à Oficina Portátil de Artes (IBAN: PT50 0033 0000 00174828145 05 (Millenium BCP)).

Há também um novo site para visitar.


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos