pub

Fotografia: Direitos Reservados

Já podem ouvir os excertos de Nuit no SoundCloud da Dark Entries.

O primeiro álbum de Photonz está a caminho

Fotografia: Direitos Reservados

Depois de Violet, há mais um português a juntar um disco ao catálogo da Dark Entries. A editora de São Francisco anunciou para 11 de Outubro a estreia em longa-duração de Photonz, nome artístico de Marco Rodrigues:‌ Nuit receberá uma edição em vinil duplo com design assinado por Eloise Leigh.

Trata-se do primeiro álbum do co-fundador das festas mina e da Rádio Quântica, projectos que lhe têm permitido explorar a sua abordagem extática à house e à techno. Nuit, patente no amarelo e azul que matizam a capa, parece ser um título adequado.

Em comunicado, diz-se “uma referência à Deusa Egípcia das Estrelas ou da Noite”, da qual Photonz deslindou o conceito de “liberdade de forma, debaixo do céu nocturno” — “uma deificação da noite” trazida pelas 11 faixas que compõem o disco, alicerçado nos primórdios do techno, na influência dos Drexciya e em house baleárico.

Da última vez que Photonz falou com o Rimas e Batidas, em 2015, fazia um diagnóstico cirurgicamente preciso da cena de dança em Portugal, enquanto confessava‌ “por agora, [estar] contente com a ideia de poder viver da música”. Em quatro anos, Marco Rodrigues terá certamente pensado além disso, tendo já assinalado presença no Panorama Bar da icónica Berghain e garantido o seu próprio Boiler Room, entre uma mão-cheia de pequenos lançamentos.

Ainda em Setembro, será a sua companheira Violet a estrear-se no selo americano com o álbum Bed of Roses, que pende para o lado mais terapêutico e diarístico da sua música, um novo marco na cultura rave.


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos