O DAMAS vai “cartografar o presente da electrónica” nos dois próximos fins-de-semana

[FOTO] Direitos Reservados

Preocupado em dar voz à música que fica fora do radar do grande público, o DAMAS pretende, desde a sua génese, “cartografar o presente da electrónica” — algo reforçado numa missiva enviada para o Rimas e Batidas. No próximo sábado, ZULI estreia-se em Portugal com uma actuação no espaço lisboeta. Nave Mãe e Klipar completam o cartaz para a noite de 26 de Maio 

Ahmed El Ghazoly, o nome verdadeiro de ZULI, tem sido uma peça fulcral na colocação do Cairo na rota da electrónica contemporânea. Apesar de todos os obstáculos, ZULI juntou-se a Asem e Bosaina para fundar o VENT, o club na capital egípcia que tem animado os amantes do hip hop e da música de dança. Após dois EPs pela UIQ, de Londres, o produtor ingressou no catálogo dos italianos Haunter Records — Trigger Finger compilou seis faixas distintas que vão desde o downtempo experimental aos breaks concretos com inspiração no drum’n’ bass. ZULI assina também um podcast mensal para a estação de rádio britânica NTS.

 



Uma semana depois, no dia 1 de Junho, ALIEN JAMS, recsund e António Caramelo sobem ao mesmo palco. Chloe Frieda é a cara por detrás da gestão editorial na ALIEN JAMS e assina também vários podcasts para a NTS. recsund é parte integrante da Quantum Natives que, no passado mês de Dezembro, ganhou destaque com a presença na capa da Wire. O britânico está ligado à produção desde 2001 e conta com uma discografia vasta, que está espalhada um pouco por cada canto da Internet — “Sinetic”, o seu mais recente tema, ingressou na primeira compilação da ALIEN JAMS, editada no início deste mês. Tal como recsund, António Caramelo também vai actuar no formato live, apresentando-se para este espectáculo sob o nome António Caramelo vs Diabo António.

 


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team