Novidades do rap tuga: 11 singles no radar ReB

[FOTO] findtoms

Vive-se um dos momentos de maior fulgor na agenda de lançamentos do hip hop tuga, que continua a disparar a singles a uma velocidade assustadora (e difícil de acompanhar até para os mais atentos). Por isso mesmo, o Rimas e Batidas reúne alguns temas que saíram a partir de dia 21 de Junho, traduzindo-se portanto num escaldante arranque deste Verão que teima em não nos dar equivalência nos termómetros.

Da “equipa” GROGNation, e continuando os belos esforços a solo de membros como Papillon e nastyfactor, Harold, que também tem cumprido o seu papel em nome próprio, mostrou “Do fim”, tema que contou com contribuições de uma vastíssima equipa: Migz na produção, El Conductor na co-produção e direcção musical, Here’s Johnny nos adds e masterização, Gerson Marta na guitarra e baixo e André Pêga na realização do vídeo.



Do mesmo círculo — mais concretamente da agência Faded — temos Cálculo, que nos apresenta a sua “Caixinha” com apontamentos de Beni Mizrahi (guitarra e Rhodes) e Hugo Carvalho (baixo). No dia 20 de Julho, o multifacetado artista barcelense celebra o seu aniversário com uma festa especial no Jardim dos Coimbras, em Braga.

Amaro é o elemento que se repete em “Saber de Mim”, canção que também conta com versos de Zeca e Spliff (autor do instrumental), e “Off Set”, faixa em que também ouvimos Kappa Jotta num beat de Lazuli (com Frankie Baptista na guitarra).



E se existem “Impossíveis”, Piruka tem feito questão de contorná-los, um a um. Depois de revelar “Até Já” em Maio, o rapper regressa com uma música produzida por Tom Enzy e vídeo de Pluma & Pedro Dias, dupla que trabalha habitualmente com os artistas da Bridgetown.

As trends são um barómetro de popularidade a que o autor de AClara está habituado, tal como Apollo G, um dos grandes protagonistas do rap cantado em crioulo, que juntou “Céu Azul” e “Flexin” num só videoclipe. Com outra experiência (mas a rimar em crioulo, também), Tchapo, veterano de Chelas, desvendou “Será Keh Odjal”, single — com produção de Sam The Kid — do álbum Turbuléncia.



A Caverna de onde saíram os badalados Wet Bed Gang tem talentos para os mais diferentes gostos e “Mudar o Ciclo”, tema de Psico com Giovanni e Rodrigo Casanova, é mais uma prova disso mesmo.

Por falar em nomes que entraram de rompante no rap português, é inevitável mencionar Sippinpurpp, que acaba de lançar “Não Me Venhas Chatear”, faixa que sucede a “Sauce”, um dos hits que marcou o panorama nacional em 2018.



Spliff volta a aparecer nas contas com créditos na produção de “Makweru”, o mais recente single de Estraca com participação de Selma Uamusse, mistura e masterização de Charlie Beats e guitarra de Sara Braz.

Esta jornada encerra-se pelas mãos de músicos experientes: Carlão juntou-se ao irmão e ex-companheiro de banda, João Nobre, para “Bandida”, música a apontar para o Verão e para as temperaturas altas.


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team