pub

Fotografia: Direitos Reservados

O líder do histórico colectivo sul-africano, um dos símbolos da luta anti-apartheid, desapareceu aos 78 anos.

Morreu Joseph Shabalala, líder dos míticos Ladysmith Black Mambazo

Fotografia: Direitos Reservados
Joseph Shabalala, membro fundador e director do mítico grupo vocal sul-africano Ladysmith Black Mambazo, um dos pilares da cultura musical zulu, morreu hoje aos 78 anos, de acordo com notícia avançada pelo South African Times citada por diversos orgãos internacionais, como a Rolling Stone. O grupo encontra-se presentemente em digressão pelos Estados Unidos e, de acordo com o manager, Xolani Majozi, os seus membros já se afirmaram devastados pela triste notícia tendo comunicado o seu pesar através do Twitter: “O nosso Fundador, o nosso Professor e, mais importante, o nosso Pai deixou-nos hoje para sua paz eterna. Celebramos e honramos o teu coração terno e a tua vida extraordinária. Através da música e dos milhões com que contactaste, hás-de viver para sempre”. De facto, Joseph Shabalala contactou com milhões: o seu grupo nasceu na década de 60, em plena era do apartheid, e a sua adopção dos modos tradicionais da música zulu teve sempre o sabor de resistência contra a opressão política e policial de que os negros eram vítimas. Foi aliás num claro gesto político que Paul Simon convidou os Ladysmith Black Mambazo para participarem em Graceland, obra-prima de 1986 que trouxe atenção internacional para o grupo que haveria de se tornar regular no então nascente mercado da World Music. No início dos anos 90, os Ladyzmith Black Mambazo estrearam-se em Portugal num concerto que teve lugar na Aula Magna, em Lisboa, parte de uma das inúmeras digressões que os firmaram como verdadeiros embaixadores da cultura do seu país. Reconhecimento com prémios atribuídos pela indústria musical global, incluindo vários GRAMMYs — o primeiro dos quais em 1988 e o mais recente, de 2018, para o álbum de celebração do 30º aniversário de Shaka Zulu — ajudou também a firmar a reputação musical de um grupo que gravou dezenas de álbuns ao longo dos anos, o mais recente dos quais, Walking in the Footsteps of Our Fathers, editado já em 2016.

pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos