Máry M. reflecte sobre a sociedade digital em “QWERTY”

[TEXTO] Núria R. Pinto [FOTO] Direitos Reservados

Depois de Momento Certo, o seu EP de estreia lançado em 2017, Máry M. voltou às canções com “QWERTY”. 

A rapper de Alverca rima as dificuldades de se viver numa era alimentada por sinais de Wi-Fi e teclados, numa base trap com produção de JLS Beats, captação, mistura e masterização a cargo de André HR e videoclipe com realização de Tomás Barreda e Águeda Piris. 

Ao Rimas e Batidas, Mariana Marques explica que QWERTY “é um convite para reflectir acerca da sociedade digital que ‘minou’ muitas dimensões das nossas vidas” e que “demonstra como, nos dias de hoje, somos ‘escravos’ das tecnologias e de uma sociedade ancorada ao ego e às redes sociais, que apenas se mobiliza ao golpe do teclado.”


Núria Rito Pinto

Núria Rito Pinto

Hip hop, r&b e brasilidades com tanta moderação quanto vontade. Fundou o clube de fãs da “Corda” do Boss AC, já comprou CDs pela capa e preferia comer douradinhos frios todos os dias do que ficar sem Spotify.
Núria Rito Pinto