Kroniko sobre “Trex”: “O tema fala um bocado sobre o meu trajecto neste último ano”

Kroniko acaba de lançar “Trex”, novo single de Estigma, o seu próximo álbum. O beat é, tal como em “Selva”, produzido por Prodlem e co-produzido por Reis.

Numa malha trap a puxar pelo headbanging, o MC mostra que a idade é um posto e que está cá para ficar. Nome antigo na cultura hip hop, Kroniko conta-nos o que é isto de estar “tipo T-Rex”: “Significa que estou tipo um dinossauro. Para o ano faz 20 anos que entrei neste circuito a frequentar concertos e festas de hip hop. Como tal, não me consigo ver de outra maneira se não como um dinossauro. Acho que o peso da idade já fala por si. Estou a ver o movimento a crescer desde o tempo da pedra [risos]. O tema fala um bocado sobre o meu trajecto neste último ano e o nowadays que me rodeia. Uma sonoridade super fresh que me levou logo a ficar tipo T-Rex mal ouvi o beat pela primeira vez. Ouvi, gravei tudo e no final decidi dar o toque a um amigo meu que nem canta para fazer as vozes adicionais. O resultado foi este que se pode ouvir. Estamos numa altura de hype so lets hype it up. A dica é levantar a fasquia no trap nacional, apresentar trabalho e não parar.”

Tal como em Retrxspectiva, as sonoridades mais frescas são a arquitectura que sustenta as histórias do seu quotidiano. Entre o vocabulário escolhido, “selva” é palavra recorrente. O rapper fala sobre o hip hop nacional e os seus variados territórios sónicos – a selva de Kroniko: “Sempre existiu espaço para todos, o que continua a existir dentro desse espaço são barreiras e portagens, pessoal a bloquear dicas em vez de desbloquear. Isto dá para todos! Isto é de todos! ‘Tou aí mesmo para desbloquear tudo o que tiver ao meu alcance e numa de dar a mão e moral à nova escola que tá aí a vir com força. Isto nunca foi do fulano X ou Y que está cá há mais tempo, tal como também não é rei o A ou C que tem lá os números nos views, you get me… Mas há bué pessoal a pensar dessa maneira (risos). A união faz a força e podíamos todos viver bem nisto em vez de haver guerras e confusões. E essas guerras e confusões só geram mais do mesmo, só trazem mais atritos. Tenho mesmo uma frase neste tema em que digo ‘quem não paga não opina’. Vejo o pessoal a opinar bué e a meter bué vírgulas e pontos nas cenas dos outros.”

O disco, que tem data de lançamento surpresa, está para muito breve, adianta o MC, deixando a ressalva: “Um dia acordam e têm um dinossauro a surfar em todas as plataformas digitais e disponível para ser adquirido em formato físico”.

Ficamos à espera!

 


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team