pub

Fotografia: Direitos Reservados

Outras vibrações.

JP Coimbra aventura-se em nome próprio com “From Afar”

Fotografia: Direitos Reservados

“From Afar” é o primeiro single de um ambicioso disco de João Pedro Coimbra, mentor dos Mesa, colaborador dos Três Tristes Tigres, por exemplo, e compositor de música para teatro e cinema. Este lançamento antecede VIBRA, o seu primeiro álbum a solo que estará disponível no dia 6 de Novembro.

Como o vídeo transparece, VIBRA é um projecto que se faz não só de música mas também de locais. Segundo consta no website do músico, as gravações foram feitas “em vários lugares, em edifícios, em e à volta de lagos e rios subterrâneos”. Acrescenta ainda: “estes diferentes lugares são uma extensão dos meus instrumentos musicais. Podem esperar filmagens bonitas para acompanhar o áudio, de quando gravámos tudo”. De facto, o videoclipe de “From Afar”, realizado por Vasco Mendes, faz uma pintura cinematográfica do Porto, passando por sítios como o metro da cidade, a Fundação Serralves, a Casa da Música ou o Museu da Cidade.

Mais que isso, este single promete um trabalho que, se não inova dentro de fronteiras, certamente traz uma abordagem por explorar a nível nacional, numa junção entre a electrónica e a música erudita, mais sentida lá fora em figuras como Ólafur Arnalds ou os mais experimentais Ben Frost e o marcante Jóhann Jóhannsson. No entanto, JP Coimbra não quer catalogar aquilo que faz: “É algo completamente abstracto. Mais abstracto que a pintura por exemplo. No caso deste tema, não é uma canção mas tem uma narrativa, não tem uma voz mas tem instrumentos que transportam as melodias… E depois, existem elementos que vou buscar à música clássica, à eletrónica e que tento conjugar num bolo sonoro que seja coerente.”


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos