pub

Texto: ReB Team
Fotografia: Joana Linda

A 10ª edição do evento acontece no próximo mês.

Festival Porta-Jazz leva Impermanence, Peter Evans, HVIT e Pulse! ao Teatro Rivoli

Texto: ReB Team
Fotografia: Joana Linda
Já são conhecidos os primeiros nomes a integrar o cartaz da edição deste ano do Festival Porta-Jazz. Entre 7 e 9 de Fevereiro, os seis espaços do Teatro Rivoli, no Porto, recebem Peter Evans com a Orquestra Jazz de Matosinhos, Impermanence, HVIT e Pulse!. Falar em jazz experimental e de improvisação leva-nos a referenciar obrigatoriamente o nome de Peter Evans, trompetista norte-americano que tem mantido uma ligação à cena portuguesa num passado recente. Em destaque na primeira fornada de confirmações para o Festival Porta-Jazz, a ida do músico ao Porto terá como objectivo a apresentação de um projecto em parceria com Orquestra Jazz de Matosinhos intitulado Perception Beyond Knowing, que recupera o título de um dos temas incluídos em The Veil, o último trabalho a solo de Evans. O concerto está marcado para o dia 8, no Grande Auditório. Susana Santos Silva arrancou com o projecto Impermanence em 2015, editando o álbum de estreia do quinteto com o apoio do próprio Porta-Jazz. IMPERMANENCE foi alvo de críticas positivas por parte da imprensa nesse ano e está agora prestes a conhecer o seu sucessor, The Ocean Inside a Stone, que dá o mote para o concerto agendado para o dia 8, no Pequeno Auditório. “Paisagens de irregularidade rítmica, um universo harmónico contemporâneo, texturas ruidosas e influências de field recording” são os condimentos que dão consistência à performance, criada por João Grilo e Miguel C. Tavares, dos HVIT, que acontece no dia 7 no Grande Auditório. O colectivo nasce da residência que o Porta-Jazz protagonizou no Guimarães Jazz e é o resultado da colaboração entre músicos internacionais e um artista visual. Simon Albertsen, Christian Meaas Svendsen e José Soares serão os instrumentistas de serviço no concerto. Desafiado pela Associação Porta-Jazz, o vibrafonista portuense Ricardo Coelho fundou o projecto PULSE!. Presença assegurada para o dia 8, no Grande Auditório do Rivoli, o músico que já colaborou com MINA, Capicua, Jáfumega ou EduMundo vai formar um quinteto no palco do certame, tendo como convidados o baixista brasileiro Frederico Heliodoro e os cantores Mané Fernandes, José Diogo Martins e Diogo Alexandre.

pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos