Festival Iminente – Dia 2: O país onde cabe todo o mundo

[TEXTO] Alexandre Ribeiro [FOTOS] Daniela K. Monteiro e Sebastião Santana [VÍDEO] Alexandra Oliveira Matos e Luis Almeida

Tranquilidade foi a palavra de ordem no início do segundo dia do Festival Iminente. Várias famílias a tornar o certame no seu programa de fim-de-semana — aposta acertada — num dia fortemente suportado na tropicalidade e africanidade, assumindo de forma clara a multiculturalidade que existe em Portugal.

Depois de um ligeiro atraso que nos impossibilitou de ver Cachupa Psicadélica a abrir a pista, NBC foi o primeiro nome no alinhamento diário. Com Toda a Gente Pode Ser Tudo como base do alinhamento, o artista de Torres Vedras improvisou, atirou-se a “Ésluz” no meio do público e cantou Michael Jackson, mostrando argúcia e sensibilidade em cada momento do espectáculo. Tudo isto com o acompanhamento exemplar da sua banda, todos vestidos de branco.

Pelo meio, houve tempo para um agradecimento especial a Vhils pelo convite e pela forma como recebe os artistas. Timóteo Santos continua a sua demanda pela paz no mundo através da música. Não é tarefa fácil, mas dificilmente existiria um homem mais indicado para fazê-lo.

 


iminente__5

iminente__6


Do palco para a pista, Vado Más Ki As colocou a energia nos píncaros com o rap crioulo como arma de arremesso. Apesar de ter actuado relativamente cedo, a moldura humana era considerável e os bangers que tem lançado no seu canal de YouTube oficial foram o combustível para um actuação intensa. Se ainda não decoraram o nome, podem tirar nota: Vado veio para ficar.

 


iminente__9


Tal como na edição do ano passado, Chullage teve direito a uma plateia recheada de saudosos fãs para assistir ao seu concerto, algo raro nos dias de hoje.

Como prometido no cartaz, os convidados fizeram-se ouvir ao lado de Nuno Santos. Bdjoy, Bambino, Praga, J.Cap e B Skilla trouxeram um sabor mais clássico ao concerto, enquanto Landim, acompanhado por Fumaxa, foi o representante da nova escola. “O hip hop está bem entregue”, rematou Chullage logo após a actuação do autor de Leonardo.

Com uma paleta sonora abrangente que tem salpicos de drum and bass, reggae ou hip hop, “Eles Comem Tudo” e “Já não dá” foram algumas das faixas mais celebradas, deixando ainda um momento para satirizar as declarações de André Ventura, o candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, sobre a comunidade cigana.

Para fechar a actuação, Chullage homenageou o malogrado Beto di Ghetto, afirmando que a última vez que o MC tinha actuado ao vivo foi no Iminente’16. “Nasci na Ghetto” encerrou uma belíssima actuação com todos os intervenientes em palco.

 


iminente__12

dsc07112b

dsc07251b

dsc07423b


De veterano para veterano, Karlon pegou na batuta e deu um espectáculo fortíssimo, que entra facilmente na lista de melhores concertos desta edição do Festival Iminente.

Depois de X-Acto colocar a apresentação de Karlon pela voz de Carlos Cardoso (rádio Oxigénio), a actuação passou por Passaporti, grande disco que nos deu pérolas como “Mamá Tchiga Portugal” ou “Foi Sodade”, temas que meteram todos a mexer a anca e a bater o pé.

Num dos grandes momentos do concerto, o co-fundador dos míticos Nigga Poison pediu “Paranóia” ao seu DJ e colocou em prática o seu fast flow, tendo uma reacção automática do público, que, prontamente, se atirou a uma salva de palmas desenfreada.

A segurança, a qualidade e a frescura do som de Karlon foram metidos à prova e sobreviveram com nota máxima. Alguém precisa de um Passaporti?

 


dsc07572b

dsc07605b


A Linha da Azambuja preparava-se para invadir Oeiras com a liderança de Holly Hood. Depois de deixar uma mossa no panorama nacional com O Dread Que Matou Golias, o rapper e produtor está a preparar o seu sucessor, Sangue Ruim, e tivemos a oportunidade de ouvir música nova no Iminente.

Antes disso, o cenário habitual: Here’s Johnny nas costas e Stones Jones ao lado. Os convidados foram, na verdade, as pessoas do seu círculo: No Money, um dos parceiros inseparáveis nesta jornada, apresentou o single “Veneno”, um novo tema e ainda fechou a actuação com “Cúmplices”, música do produtor da Superbad. A ele, juntou-se Bigg Favz, o cantor que dá voz ao refrão de “Cobras e Ratazanas”.

Depois de interpretar “Qualquer Boda”, “Spotlight”, “Fácil” ou “Ignorante”, o artista atirou-se a “Cala a Boca”, faixa nova que ainda não foi editada. Pelo que pudemos ouvir, está um novo hit na calha. Aguentem essas listas de melhores do ano…

Com o público com as letras na ponta da língua, a conquista está feita e a promessa de mais e melhor está para breve. A jornada de Holly Hood pode estar apenas a começar…

 


iminente__15

iminente__16


Antes da chegada de Regula ao palco, DJ Big tocou para uma pista a transbordar e fez o que sabe melhor: misturou o novo com o velho e fez a festa sem pedir licença.

“Todo o santo dia para mim é payday”. E foi desta forma que Don Gula começou o seu concerto, atirando a primeira dose de grime à portuguesa para o público agarrar. Acompanhado por DJ Kronic e Bacar Sanó, Tiago Lopes reclamou, novamente, o estatuto de estrela no hip hop nacional, dono de um dos percursos mais interessantes no panorama português.

O público correspondeu à presença possante do MC e compareceu em força — foi muito provavelmente a maior enchente do Festival Iminente. Com um sem número de hits na mala, Regula tocou “Casca Grossa”, “Gana”, “Tarzan”, “Langaife”, “Nada a Ver” ou “Nívea”, deixando ainda espaço para “Bar Aberto”, tema em que aproveitou para afirmar que os Da Weasel eram a sua maior inspiração.

A grande surpresa foi a entrada de Dillaz em palco, a cereja no topo do bolo. Espectáculo de nome grande a abrilhantar o Festival Iminente.

 


iminente__27

iminente__26-1


Para fechar o segundo dia, Shaka Lion, Branko, os representantes da Enchufada na Zona e Xinobi + Moullinex mostraram o porquê de Portugal estar numa ebulição criativa tão grande: Graves e ginga, disco e África. Enchufada e Discotexas são os nomes da praça, cantaria Regula.

O terceiro dia está aí e a despedida de gala já está em andamento. Ainda bem que não ficámos em casa.

 


dsc07945b

iminente__31

iminente__32

iminente__35

dsc08029b

iminente__38

iminente__39

iminente__40

ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team