A festa roxa da Monster Jinx no Musicbox

[FOTO] Direitos Reservados

Ontem foi dia de festa no Musicbox. A turma da Monster Jinx reuniu-se para dar mais uma festa roxa aos lisboetas, na segunda vez em que protagonizaram uma noite Gin & Juice, residência da Match Attack.

OSEB e dgtldrmr. foram os novatos da crew/label independente que trataram de aquecer a pista de dança do Musicbox, fazendo as colunas tremerem com várias sonoridades dentro do universo do hip hop – mais ou menos electrónicas, e com trap à mistura.

Com uma sala ainda pouco composta, DarkSunn – que actua hoje no Copenhagen, na mesma rua – subiu ao palco para tocar alguns dos temas que têm marcado o hip hop internacional no último ano – “Señorita” de Vince Staples, “Diego” de Tory Lanez ou “King Kunta” de Kendrick Lamar são alguns dos muitos exemplos possíveis. Com o passar das horas, o Musicbox deixou-se compor por fãs de hip hop, turistas curiosos ou companheiros de ofício como Mike El Nite, Taseh e J-K, enquanto SlimCutz trocava de lugar na mesa de mistura com DarkSunn.

Os scratches habilidosos do DJ portuense apareceram frequentemente durante vários temas e na passagem entre bangers, na actuação da noite com mais hip hop nacional a soar nas colunas da sala do Cais do Sodré. “Todos Gordos“, hino dos Mind da Gap, com quem SlimCutz está habituado a  actuar, ou “Não Sabe Nadar“, o primeiro grande êxito do rap português, da autoria dos Black Company, não deixaram de marcar presença entre os principais hits dos artistas internacionais do outro lado do Atlântico.

nitronious foi o veterano da Monster Jinx a quem coube a tarefa de encerrar a noite, com os ritmos e batidas do trap, do hip hop ou da música electrónica, uma mescla de sonoridades que partilham o mesmo universo musical e que marcam a essência da Jinx. E que bem que eles sabem fazer a festa.

Ricardo Farinha

Ricardo Farinha

Jornalista. Colabora desde os 18 anos com várias publicações culturais — as rimas e batidas sempre foram inerentes à vida.
Ricardo Farinha