pub

Faixa-a-faixa: o novo álbum de Jay-Z explicado pelo próprio

[TRADUÇÃO] mr_mute [FOTOS] Young Guru

4:44 saiu na passada sexta-feira e colocou o nome de Jay-Z nas bocas do mundo, algo recorrente na carreira de um dos rappers mais bem-sucedidos de todos os tempos.

O exclusivo do longa-duração pertence ao Tidal, mas Hov também cedeu o disco para rodar durante todo o dia do lançamento na iHeartRadio, uma dádiva que veio acompanhada de um brinde: uma explicação faixa-a-faixa pela voz do próprio artista. Em baixo, podem ler a tradução das palavras de Jigga sobre os temas de 4:44 e ouvir os samples e as canções que o inspiraram:

 


jay-z-carter-2


“Kill Jay-Z”

Esta é a primeira faixa do álbum e, obviamente, não é para interpretar no sentido literal. Trata, mesmo, sobre o ego. É sobre matar o ego e, com isso, ter uma conversa franca e num espaço de vulnerabilidade.

“The Story of OJ”

É uma canção sobre o nosso lugar na cultura, tendo um plano e como elevá-la no futuro. Todos nós, como artistas especialmente, fazemos ou perdemos dinheiro. O foco é como, tendo alcançado algum sucesso, transformamos isso em algo maior

 



“Smile”

Este tema é sobre precisamente isso (“Smile”). Haverá tempos menos bons e nesses períodos temos sempre duas opções: poderão levar-te a um lugar em que estás preso ou poderá transformar o teu futuro em algo melhor precisamente porque passaste por esse momento menos bom.

“Caught Their Eyes”

Este tema debruça-se sobre como estar atento aquilo que te rodeia. Há uma rima no tema que descreve bem o foco da mensagem: “Your body language is all remedial, how could you see the difference between you and I?” (A tua linguagem corporal é reparadora, como é que poderias ver a diferença entre eu e tu?), isto é, termos que estar mesmo atentos ao que está à nossa volta.

“4.44”

Este é um tema que escrevi e que é o busílis do álbum, mesmo a meio da tracklist. Um dia acordei precisamente às 4:44 e escrevi-a. Daí ter-se sido o título escolhido para o álbum e uma das faixas mais fortes do álbum. Para mim é uma das melhores faixas que alguma vez escrevi.

 


jay-z-carter-2


“Family Feud”

Este tema tem a ver com a separação que ocorre no seio da cultura. Novos MCs a lutarem com MCs antigos, todo aqueles beefs. No fundo, ninguém ganha o quer que seja quando a “família” discute.

“Bam”

Este tema com Damian Marley é como uma jam (referência à música de Bob Marley “Jammin”). Mas no fundo é o Shawn Carter a dizer “Precisas de um pouco de ego”. Tem a ver comigo e com o que fiz. Isto é o Jay-Z a dizer que precisamos de um pouco de ego para chegarmos ao ponto onde chegámos.

“Moonlight”

Esta faixa é um reconhecimento do episódio que ocorreu nos Óscares (com o anúncio da vitória do filme La La Land quando, afinal, quem ganhou foi o Moonlight). Trata-se, portanto, de um comentário à nossa cultura e para onde estamos a ir.

“Marcy Me”

Um passeio nostálgico por Marcy e um tema sobre o sentimento de esperança inerentemente associado à realidade do “Meu, consigo mesmo fazer isto? Poderei mesmo ser um dos maiores artistas do mundo?” Todos nós temos esses sonhos: “Poderei ser o maior jogador de basquetebol do mundo?”

“Legacy”

Esta faixa é sobre o legado, como se de um testamento verbal se tratasse. É um tema onde falo com a minha filha, que inicia a faixa com a pergunta “Pai, o que é um testamento?”

 


pub

Últimos da categoria: Ensaios

RBTV

Últimos artigos