pub

Europavox Festival: O hip hop e r&b europeu

[TEXTO] Amorim Abiassi Ferreira [FOTO] Laura Jalaguier – Riot House

Há 12 edições que o festival Europavox traz até Clermont-Ferrand uma selecção musical incrível do melhor que existe na Europa. De cabeças de cartaz a nomes que apenas estão a começar a aparecer, existe sempre algo novo a descobrir a cada edição.

De 29 de Junho a 2 de Julho, a selecção de r&b e hip hop sofreu alguma redução na dimensão dos nomes convidados, comparando com a edição do ano passado. Mesmo assim, existiu uma amostra muito variada das diferentes formas assumidas pelos dois géneros no nosso continente — do mais comercial ao alternativo. O r&b foi representado por Espanha e Áustria por JOHN GRVY e Wandl, enquanto que o hip hop veio da Alemanha e da França com Puppetmastaz e Chinese Man, respectivamente.

Em primeiro lugar, Espanha apresentou-nos JOHN GRVY (lê-se John Gray), um produtor que nasceu na Nigéria, cresceu numa pequena aldeia em Toledo e que hoje vive em Madrid. Alto, esguio e com uma presença hipnotizante em palco, é difícil não nos sermos levados pela auto-proclamada paixão deste homem pelos seus sintetizadores. Foi apresentar o seu novo EP, City Lights, a um dos palcos mais pequenos do festival, num concerto gratuito, que cativou todos os que iam parando para ouvir o groove emanado por J.E. Edward. Ainda é cedo para considerar que esse trabalho o possa lançar para a ribalta, mas já é perceptível que ele carrega toda a confiança necessária para que, quando isso acontecer, a transição seja concretizada de forma muito suave.

 



Da Áustria chegou Wandl, um dos produtores dourados da onda de hip hop que tem crescido a partir de Vienna desde 2015. O produtor fez do maior palco do festival o seu quarto, raramente endereçando o público enquanto apresentava o seu novo álbum. Mexendo-se à vontade do sintetizador — onde frequentemente improvisava sobre as suas produções — para os controladores do Ableton, para depois pegar no microfone e cantar mais um bocado. A descontracção era tanta que fazia sentir que tinha sido levantada a quarta parede do local onde ele compõe. Em conversa com o Rimas e Batidas, contou mais sobre as letras que do seu primeiro álbum a solo, It’s All Good Tho: “Tento não me censurar. Antes deste álbum eu sentia-me demasiado tímido ou medroso para me expor como artista. É tudo bastante pessoal, melodramático, um bocado lamechas — como o r&b dos anos 90.”

 



A Alemanha trouxe até nós um grupo de fantoches, os Puppetmastaz, que já tinham marcado presença na edição de 2006 e apresentaram o seu novíssimo LP, Keep Your Animal. Foi instalado um palco sobre o palco, o que deu espaço aos bonecos para actuarem enquanto os MCs, escondidos pela mesa, davam largas aos versos. Tudo ganhou um nível extra de surrealismo quando ingeriram uma poção que os tornou grandes, entrando assim a versão humana (ainda disfarçada) em palco para actuar antes de, passado 3 músicas, voltarem a diminuir para o tamanho de fantoche. Para quem tinha chegado ali sem saber bem o que se passava, tudo poderia ter passado por um episódio especial dos Marretas.

 



De França, e a jogar em casa, veio o nome mais sonante da lista: Chinese Man. O grupo chegou ao palco numa embarcação chinesa que trazia três MCs, dois do colectivo britânico A State of Mind e da label do grupo, Youthstar. Com um arranjo de luzes e projecções sempre variado, o trio navegou pelo dubstep, dub, e hip hop, num concerto que conseguiu ganhar sempre mais intensidade. Esse crescendo capturou os fãs, a maioria bastante nova, e o trio aproveitou para dar uma lição de história de rap ao som de “Simon Says”, o clássico de Pharaohe Monch. Revezaram-se os instrumentais com músicas em que os MCs puderam mostrar a sua proficiente habilidade, mas o destaque da actuação foi mesmo para o novo álbum, Shikantaza, e, para não provocarem motins, foram frequentes as idas ao baú do catálogo mais antigo com músicas como “I’ve Got That Tune”.

Lista fechada, mala arrumada e regresso a casa consumado. Até para o ano!

 


pub

Últimos da categoria: Reportagem

RBTV

Últimos artigos